A Força Aérea dos Estados Unidos anunciou que o nome do novo bombardeiro stealth utilizado pelo país será B-21 Raider. O novo modelo está sendo anunciado 27 anos depois do primeiro voo realizado pelo último modelo do tipo, o B-2 Spirit.

O nome foi sugerido por três militares em um concurso para escolher o nome do modelo feito pela Força Aérea. Raider homenageia um grupo de aviadores chamado Doolittle Raiders, que durante a Segunda Guerra Mundial executou uma missão como resposta ao ataque japonês à base de Pearl Harbor.

De acordo com Deborah Lee James, Secretária da Força Aérea, o B-21 do nome representa o fato deste ser o primeiro bombardeiro feito no século 21. O avião está sendo produzido pela Northrop-Grumman, mesma empresa responsável pelo B-2 Spirit.

Raider homenageia um grupo de aviadores chamado Doolittle Raiders

Embora nenhum protótipo tenha sido exibido ainda, a expectativa é de que o Raider tenha um visual parecido com o do Spirit. Os primeiros testes com o modelo devem ser feitos apenas no meio da próxima década.

Por enquanto, a Força Aérea planeja comprar 100 aviões no valor de U$ 546 milhões por unidade. O preço está bem abaixo dos U$ 2 bilhões pago por cada B-2 Spirit, o avião mais caro já fabricado.