Até há pouco tempo, entrar no avião com um celular ou tablet era motivo para preocupação, afinal era preciso desligar o aparelho e só voltar a iniciá-lo quando o pouso já estivesse finalizado. Pouco a pouco, as companhias aéreas foram permitindo que os clientes utilizassem esses dispositivos durante o voo, geralmente no limitado “Modo Avião”. Dando um passo além para manter seus usuários conectados, a Avianca Brasil anunciou, na última quarta-feira (21), que é a primeira empresa do segmento na América do Sul a oferecer internet a bordo.

Embora a prática seja relativamente comum em outros países e passe a aparecer mais em trajetos internacionais, o WiFi nas nuvens ainda parecia um sonho distante para os brasileiros, que até então precisavam se arriscar a tomar uma bronca ligando o 3G ou 4G em pontes aéreas e viagens locais. Segundo a Avianca, a aprovação da ANAC para instalação dos equipamentos necessários para o oferecimento de conexão via satélite aconteceu em junho, e a autorização oficial de operação foi dada na última segunda (19).

Como é possível conferir no vídeo acima, além de toda a burocracia ligada ao projeto, disponibilizar esse tipo de benefício ao público é uma tarefa bastante complexa, precisa e demorada. No clipe de pouco mais de 3 minutos, dá para perceber que a montagem dos receptores de sinal, a passagem do cabeamento pela aeronave e a instalação dos pontos de distribuição do serviço exigem um time grande de profissionais. Também é preciso desmontar cadeiras e placas de proteção, tanto interna quanto externamente, para completar o serviço.

Para garantir que a conexão tenha uma boa qualidade mesmo nos ares, o braço brasileiro da empresa de aviação se aliou à Global Eagle Entertainment (GEE), uma das líderes mundiais em conteúdo e conectividade via satélite. Assim, a ideia é que os passageiros da Avianca Brasil possam usar todo tipo de dispositivo eletrônico pessoal para acessar a internet, conversar por mensageiros instantâneos e, claro, se manter a par do que acontece nas redes sociais – afinal, às vezes é difícil ficar longe do Facebook ou do Twitter por muito tempo.

O conforto tem preço, claro

Para José Efromovich, presidente do Conselho da Avianca Brasil, essa empreitada faz parte dos esforços da empresa de sempre buscar novas formas de inovar e surpreender os consumidores. “Nosso principal objetivo ao oferecer internet a bordo é aprimorar cada vez mais a experiência de viagem dos clientes”, afirmou o executivo, ressaltando que a novidade se junta a uma série de opções de entretenimento e conforto que são oferecidas pela companhia a seus usuários.

Ok, tudo bonito, tudo legal, mas quanto vai custar essa brincadeira para você? Como muita gente já imaginava, aquele ditado que diz “não há almoço grátis” não poderia estar mais correto. Embora não haja informações a respeito do preço para o acesso ao WiFi aéreo da Avianca, o mais provável é que ele siga o plano de negócios de outras empresas do ramo. Isto é, o passageiro deve poder escolher o tempo que quer ficar conectado e como prefere pagar por esse benefício – seja em créditos pré-pagos, cartão de crédito ou milhas.

Mais do que conforto, internet é essencial para muitos passageiros

Felizmente, para quem costuma pegar os voos da empresa, será possível testar o recurso sem tirar 1 centavo do bolso. A ideia é que a conexão via satélite esteja disponível gratuitamente nos aviões da companhia durante esses primeiros três meses de implementação da novidade, com a Avianca aproveitando o período para realizar pesquisas e garantir que o produto atenda plenamente às necessidades dos clientes. Segundo a empresa, a modificação das aeronaves será feita gradualmente, com toda a frota sendo adaptada ao serviço até o final de 2017.