A Siemens acaba de anunciar um marco bem interessante em suas pesquisas aeronáuticas. Trata-se do voo inaugural do avião Extra 330LE, que possui um motor elétrico recordista com apenas 50 quilogramas — cerca de 20% do peso de outros motores disponíveis no mercado — e que possui potência de 260 kilowatts.

De acordo com a empresa alemã, o sistema de propulsão é recordista pelo peso e pela potência. A aeronave Extra 330LE é acrobática e teve o voo realizado no dia 24 de junho. Como a própria Siemens revela: “Esse avanço significa que aeronaves híbridas-elétricas com quatro ou mais assentos serão agora uma possibilidade”.

Vale dizer que a escolha de uma aeronave acrobática se deve ao fato de que esse tipo de sistema permite o stress de vários componentes, sendo ideal para testes e para o aprimoramento futuro de seus itens aeronáuticos.

Além dos sistemas para aviões pequenos, a Siemens também contribui com essa tecnologia para o projeto de cooperação acordado entre Siemens e Airbus — que desde abril busca o desenvolvimento de voos com propulsão elétrica. Em um comunicado oficial, a empresa também disse que a parceria vai “usar o motor recordista como base para desenvolvimento de aeronaves para rotas regionais movidas por sistemas de propulsão híbridos-elétricos.”

Será que no futuro veremos motores elétricos na aviação comercial?