Você provavelmente nunca ouviu falar sobre David Loury — a menos que seja um verdadeiro entusiasta do design de aviões e esteja por dentro de tudo o que acontece na indústria. Mas é bem possível que ele passe a ser bem mais conhecido a partir de agora, uma vez que está sendo considerado um dos responsáveis pela redefinição de conceitos da aviação privativa.

Como o site PopSci relembra, o que ele está fazendo é "levar os carros de luxo para os ares". E isso fica bem evidente quando olhamos para os traços do Valkyrie, que está sendo produzido pela Cobalt — a companhia criada por Loury para este mercado da aeronáutica. A aeronave conta com inspiração em Mercedes e Maserati, contando com cinco lugares e motor de pistão único.

Além de ser muito bonito, o avião da Cobalt também conta com eficiência e estabilidade de voo. De acordo com os engenheiros responsáveis pelo projeto, o Valkyrie pode voar até 20% mais rápido do que outros aviões privativos, consumindo menos combustível e garantindo maior autonomia para as viagens — sendo comparado com modelos da Cessna para isso.

Potência e beleza têm preço alto

O motor é de 350 cavalos e permite que as velocidades cheguem aos 480 km/h; sendo que a autonomia de combustível permite viagens de até 1.900 quilômetros. Vale dizer ainda que o avião conta com sistema de navegação Garmin G3X Flight, que promete a mesma facilidade de uso de alguns sistemas automotivos.

Laurie e sua companhia pretendem lançar a primeira versão do Valkyrie (Valkyrie X) até o final deste ano. De acordo com o PopSci, a expectativa é de que cada unidade chegue aos consumidores pelo preço de US$ 750 mil (R$ 2,64 milhões). Também se espera que a versão final da aeronave Co50 seja colocada no mercado até a metade de 2017.

Qual é o avião que você mais gosta? Comente no Fórum do TecMundo