Viajar de avião é uma experiência que muita gente não gosta, e essa "encrenca" pode ter os mais diversos fundamentos: poltronas apertadas, companheiros de viagem sem noção ou, no caso de um ponto que pega tanto a classe econômica quanto a primeira classe, os efeitos do jet lag em viagens intercontinentais.

Passar tanto tempo dentro do avião, aumentando ou diminuindo o fuso horário, acaba bagunçando seu relógio biológico, deixando-o extremamente cansado ao fim de viagens longas. A Airbus, por sua vez, pretende eliminar esse sofrimento com a ajuda da tecnologia.

A fabricante de aviões implementou um sistema de luzes LED em seus Airbus A350 XWB que podem reproduzir mais de 16 milhões de tons de cores, que, segundo a empresa, ajudam a imitar os efeitos de luz de diferentes horários do dia.

O fim do jet lag: 16 milhões de tons de cores podem simular a iluminação de diferentes horários do dia para que seu corpo não estranhe tanto a viagem entre diferentes fusos horários

Por exemplo: se você está viajando em direção ao leste, a iluminação é ajustada para ficar mais clara antes do nascer do sol, dando a impressão de que o dia já clareou – como no destino do voo. Na direção contrária, as luzes passam a impressão de que o entardecer é prolongado, para simular o atraso quando se voa em direção ao oeste.

Ter 16 milhões de cores disponíveis com certeza permite abordagens mais complexas que o exemplo acima, mas os efeitos já podem ser experimentados em voos de cinco companhias aéreas do mundo que já contam com o A350: Qatar Airways, Vietnam Airlines, Finnair, Singapore Airlines – aqui no Brasil, a TAM também conta com aviões desse modelo para voos internacionais.

Você já voou em algum Airbus A350 com o sistema para eliminar os efeitos de jet lag? Comente no Fórum do TecMundo