A Avell é uma das poucas fabricantes de notebooks que aposta no segmento gamer no Brasil e se destaca por oferecer opções de personalização.

A marca investe pesado em novas tecnologias para seus produtos, algo notável nos mais recentes modelos que a companhia está ofertando aos consumidores brasileiros.

Se você acompanha o TecMundo regularmente, já deve ter notado que nós já testamos vários produtos da Avell. Contudo, nenhum dispositivo que recebemos tinha um conjunto tão impressionante quanto o G1565 FIRE.

Nas últimas semanas, nós passamos um bom tempo testando todas as qualidades desta máquina, que vem com configuração de hardware robusta e tela com resolução 4K. Dentro, a Avell colocou um processador Intel Core i7 de quarta geração, chip gráfico da mais recente linha da NVIDIA e muita memória RAM.

É o sonho de muitos gamers que querem levar o PC na mochila e não pretendem investir em um computador de tamanho avantajado. As promessas são de alto desempenho com qualidade visual inigualável, mas será que ele roda os jogos com boa qualidade? Vamos conferir!

Especificações

Design característico

A Avell segue um padrão de qualidade em seus produtos, investindo em materiais resistentes e conceitos de design próprios. Em questão de visual, não temos do que reclamar deste notebook, sendo que ele segue a mesma linha de outros produtos que já testamos.

A carcaça apresenta boa qualidade de construção, com retas bem definidas que marcam o design e deixam a aparência bem interessante. A tampa emborrachada traz o logotipo da Avell, que combina muito bem com o conjunto, mas não tem retroiluminação. Gostamos muito da ideia de fazer um bico na parte superior da tela, o que é um diferencial bacana.

Por conta do sistema de refrigeração e do leitor óptico, o G1565 Fire tem medidas um pouco exageradas. Ele é bem grosso e um bocado pesado (são 3,4 kg), mas não é um modelo impossível de carregar na mochila em curtos trajetos.

Dentro, o teclado com sistema de luzes personalizável é o grande destaque. Você pode personalizá-lo para brilhar de diferentes formas, mas ele não pareceu tão versátil como outros modelos concorrentes. Os LEDs piscam em diferentes cores, só que a transição não é suave, ou seja, ele salta do verde direto para o azul, sem passar por outras tonalidades.

O touchpad é de boa qualidade, mas só serve para o Windows, já que gamers precisam de muito mais precisão. Vale destaque para o botão de energia e outras informações que são exibidas em uma região acima do teclado. A tela ficou bem disposta, mas as bordas são um pouco avantajadas.

Tela com resolução 4K é o destaque

Bom, conforme já comentamos, a tela de 15 polegadas é um dos destaques do aparelho. Ela trabalha com resolução 4K e apresenta uma densidade de pixels fantástica. Para quem curte jogos e filmes, ter essa telona já no aparelho é uma grande vantagem, não sendo preciso usar um monitor externo para apreciar qualidade superior nos games.

Outro ponto muito interessante é o suporte para a tecnologia GSYNC diretamente na tela do notebook. Com esse recurso, a taxa de atualização do display é ajustada pela placa de vídeo conforme o desempenho em cada jogo, garantindo uma experiência mais prazerosa, sem a interrupção de screen tearings e outros defeitos comuns em displays sem tal funcionalidade.

Se a Avell acertou na resolução, temos que noticiar que ela deu mancada na questão da qualidade de imagem. Estamos falando aqui de um problema bem grave com as cores e os ajustes gerais do display.

Diferente de outros notebooks gamers que passaram por nossas mãos, o G1565 Fire deixou a desejar na fidelidade de cores. O verde não é tão verde, o azul também não é muito azul. Tudo parece meio amarelado, algo que nos incomodou bastante e não teve ajuste que pudesse resolver. Esse é um grande problema que vai atrapalhar em várias ocasiões.

Hardware de qualidade

Para conseguir dar suporte para os jogos em resolução 4K, a Avell optou por disponibilizar uma máquina mais poderosa. De fato, em hardware, não temos muito do que reclamar, já que o conjunto deste notebook trabalha muito bem na maior parte do tempo.

O processador Intel Core i7 de quarta geração é muito bom para os apps em geral e não deixa a desejar nos games. A configuração se completa com 16 GB de memória RAM, ideal para os jogos mais recentes.

A Avell ainda incluiu um SSD de 120 GB, que acelera o carregamento do sistema operacional e dos jogos. Ele é bom porque é muito rápido, mas a limitação de espaço virtual é um problema para os jogadores que mantêm muitos games instalados. Obviamente, dá pra contornar com uma unidade adicional.

A placa de vídeo é a GeForce GTX 970M, que vem com 6 GB de memória RAM. Essa é a segunda melhor da NVIDIA, trabalha com a tecnologia GSYNC e tem desempenho surpreendente. É uma placa show que arrasa em resolução Full HD, rodando alguns jogos no máximo. No geral, tudo é muito rápido e agradável, entregando a experiência que um gamer de verdade busca.

O único problema é que esse notebook vem com tela 4K e a GTX 970M não consegue resultados legais nesta resolução. Para conseguir rodar os jogos, nós tivemos que baixar os detalhes para o nível médio e desativar vários filtros.

A memória de vídeo adicional ajuda muito, mas falta poder de fogo, o que é decepcionante. Certamente, este é um aspecto que talvez incomode os gamers mais exigentes, já que a ideia de ter um display com tamanha resolução era justamente curtir com a qualidade máxima.

Som e bateria

O som do G1565 FIRE é muito bom. O produto tem espaço suficiente para acomodar alto-falantes maiores, que proporcionam nível de volume bem alto e entregam uma qualidade excelente. Posicionados logo abaixo da tela, os componentes de áudio conseguem espalhar o som, o que resulta em maior imersão nos games.

Não notamos qualquer problema com distorções dos sons, já que a equalização é equilibrada e pensada para cenários extremos. O áudio desta máquina só fica devendo um pouquinho nos graves, mas isso não chega a incomodar. Obviamente, gamers mais exigentes podem optar por um headphone e mergulhar nos jogos.

Como era de se esperar, assim como ocorre com outros tantos modelos da categoria gamer, a bateria é o “calcanhar de Aquiles” deste Avell. No Powermark, o computador aguentou apenas uma hora e vinte minutos no benchmark focado em jogos e vídeos.

Na prática, o tempo caiu um pouco ao rodar o jogo The Witcher 3, sendo que só pudemos aproveitar o potencial do produto por uma hora e dez minutos. Parece que a tela 4K e a configuração robusta (principalmente o sistema de refrigeração) comem toda a energia rapidamente, então o jeito é levar sempre o carregador.

Vale a pena?

O G1565 Fire realmente nos impressionou com a configuração de hardware top de linha, que possibilita excelente uso no dia a dia e ótimos resultados nos principais jogos. O desempenho é satisfatório e este aparelho deve atender perfeitamente aos gamers mais exigentes.

Contudo, é válido notar que ele só se sai bem quando configuramos os games em resolução Full HD. Nossos testes deixaram claro que a GTX 970M não dá conta dos títulos em 4K, o que é um grande problema considerando que este aparelho foi concebido com foco no display com resolução Ultra HD.

Juntando isso com a tela que deixou a desejar na questão da fidelidade de cores, temos uma máquina com ótima configuração, mas que pode decepcionar o consumidor que busca o máximo em qualidade. Do ponto de vista comercial, isso seria quase um tiro no pé, ainda mais porque estamos falando de uma máquina que custa mais do que 10 mil reais.

Bom, aqui nós temos uma reviravolta em nossa análise. Nós recebemos a versão americana do G1565 FIRE, que ainda trazia Intel Core i7 de quarta geração e memória DDR3. Era um produto bom, mas que tinha muito o que melhorar. Acontece que a Avell fez um upgrade na versão brasileira, já incluindo processador Skylake e memória DDR4.

O Avell G1565 Fire V3, que é comercializado atualmente, é uma máquina mais robusta e que realmente vale a pena, já que traz um bom upgrade no hardware com o mesmo valor (a versão básica custa R$ 10.560). Não podemos dar a certeza de que o display melhorou absurdamente, bem como o desempenho da GTX 970M não deve apresentar grandes mudanças.

De qualquer forma, levando em conta as opções do mercado, acreditamos que este Avell seja uma boa opção para quem quer experimentar novas tecnologias.

Cupons de desconto TecMundo: