Com a ascensão dos smartphones nos últimos anos, outros dispositivos eletrônicos também ganharam a atenção dos consumidores no mundo todo. Um dos mercados que se destacam nesse meio é o de tocadores de áudio sem fio, que tem crescido três vezes mais rápido do que o dos próprios telefones inteligentes. Uma pesquisa recente mostrou que esse mercado pode valer até US$ 38,5 bilhões (cerca de R$ 149,4 bilhões) dentro dos próximos sete anos.

A título de comparação, em 2014 ele já valia mundialmente US$ 6,9 bilhões (cerca de R$ 26,7 bilhões), o que para os analistas da área significa uma taxa de crescimento anual de aproximadamente 24% até 2022. Enquanto isso, o desenvolvimento esperado para o mercado de smartphones é de apenas 8% anualmente entre agora e 2019. Quem tem se destacado entre os produtores de audio players são marcas como Beats (que pertence à Apple), Bose, Harman, Sennheiser, Sony e Philips.

A América do Norte tem liderado as vendas desses produtos com cerca de 29% do total de players comercializados, mas se espera que os mercados do Oriente Médio, da África e da América Latina em breve cresçam consideravelmente. Essa estimativa é curiosa quando se observa o fato de que, até o ano passado, Europa e Ásia dividiam o pódio com o continente norte-americano no volume de vendas desses dispositivos.

Você prefere ouvir música com fones de ouvido ou com tocadores de áudio? Por quê? Comente no Fórum do TecMundo