O futuro do meio ambiente está nas mãos de todos nós. Seres humanos, corporações, animais, natureza. Algumas marcas pensam nisso com carinho, outras nem tanto. A Audi, considerando seu portfólio “ecológico” até aqui, está na primeira categoria. Num mundo ideal e livre de poluição, todos estariam dirigindo carros elétricos e com células de combustível de hidrogênio.

Pensando na sociedade, a montadora recentemente produziu sua primeira remessa de “e-diesel”, um diesel sintético baseado exclusivamente em dióxido de carbono e água. Esses produtos químicos, atualmente disponíveis com folga no mercado e facilmente acessíveis, são muito mais interessantes, do ponto de vista do meio ambiente, do que enxofre e outros elementos típicos de diesel.

O novo produto é fácil de desenvolver e relativamente favorável à ecologia, uma vez que utiliza eletrólise para mesclar a água com CO2 num processo de síntese bastante eficiente. O líquido resultante desse processo é utilizado em carros existentes, e é possível misturá-lo com diesel baseado em combustível fóssil se necessário.

Onde é que se encontra esse diesel amigável?

Só não espere encontrar esse “e-diesel” em algum posto, ao menos durante um tempo (e ainda mais aqui no Brasil). Por enquanto, trata-se de um plano experimental da Audi, que pretende trazer 793 galões nos próximos meses. O próximo passo é a aceitação das companhias de energia. Se o material for recebido de braços abertos, ele chega ao consumidor final num estágio posterior.

Cupons de desconto TecMundo: