A ASUS ganhou o respeito dos consumidores com produtos da mais alta qualidade, focadas tanto nos entusiastas quanto nos gamers. A companhia é sinônimo de qualidade em hardware e inova tanto nas plataformas da Intel quanto da AMD.

A fabricante desenvolve soluções interessantes com as mais recentes tecnologias. Entretanto, em alguns casos, ela se limita ao desenvolvimento de novidades das próprias fabricantes de processadores.

Uma das placas mais robustas da marca para quem usa a plataforma AMD FM2+ é a ROG Crossblade Ranger. Esta versão traz o chipset mais robusto da AMD e promete entregar os melhores resultados em jogos mais recentes.

Tal placa suporta os processadores mais novos da AMD, tem suporte para múltiplas placas de vídeo (em configurações SLI e CrossFire), conta com componentes robustos e, claro, ainda apresenta design diferenciado, característico da série Republic of Gamers. Vamos conferir os detalhes do produto de perto.

Especificações

Design elegante da linha ROG

Componentes de hardware ganham cada vez mais atenção na questão do design. As placas mais modernas trazem até sistemas de iluminação RG, slots personalizados, dissipadores robustos e uma série de outros retoques que pretendem conquistar o consumidor mais exigente.

Esse é quase o caso da ASUS ROG Crossblade Ranger, que é muito elegante e conta com algumas personalizações. O design geral desta placa chama a atenção, com PCB em tom de cinza escuro, componentes bem destacados, sistema de refrigeração com logotipos e uma combinação de cores de vermelho com preto que fica muito bonita.

Na parte de trás, perto do painel de conexões, a ASUS incluiu por um sistema de luzes simples, que se acende apenas na cor vermelha. A escolha da cor aqui é óbvia, afinal todos os demais elementos na placa acabam combinando com a iluminação na parte de trás.

O capricho que a ASUS teve na construção geral da placa também merece destaque. Ela não chega a ser tão robusta quanto os modelos mais premium da marca ou de concorrentes, mas ela é sim uma placa que deve agradar aos gamers que optarem pela plataforma FM2+ e estiverem procurando um produto robusto para o suporte.

O chip de áudio SupremeFX, da própria ASUS, se sobressai com o revestimento metálico. Este componente fica localizado na parte de trás, próximo aos slots PCI-Express. A ROG Crossblade Ranger ainda conta com capacitores robustos para garantir som da mais alta qualidade.

Os slots de memória vêm personalizados com diferentes cores, para que o consumidor possa identificar facilmente como proceder na hora de instalar os componentes em modo dual-channel. Os demais componentes também são facilmente identificados e estão dispostos de forma a entregar harmonia e perfeição na questão visual. Um belo produto!

Chipset AMD A88X para melhor desempenho

A AMD vem se dedicando bastante ao ramo das APUs e tem feito melhorias constantes em seus chipsets nos últimos anos. Esta placa-mãe traz o componente mais robusto do segmento, pronto para as principais novas tecnologias, sendo especialmente recomendado para os processadores mais robustos e para quem pensa em apostar na jogatina.

Este chipset, apesar de já datar de mais de um ano atrás, vem preparado para tirar proveito máximo dos processadores AMD A10 e A8. Ele já apresenta suporta ao padrão PCI-Express 3.0, controladores USB 3.0, interface de mídia unificada (uma das principais características das APUs da AMD) e controladores de SATA 3.0.

O chipset A88X também cuida do gerenciamento de múltiplas placas de vídeo. Ele suporta até duas unidades gráficas em modo CrossFire e apresenta compatibilidade com a tecnologia SLI. Há um terceiro slot PCI-Express x16, mas a placa, por limitações do chipset, só permite usar duas placas simultaneamente.

Placa de rede excelente... da Intel?

Placas desenvolvidas especialmente para gamers geralmente trazem componentes robustos que visam dar suporte total durante a jogatina. É por isso que a ASUS tomou algumas decisões bem coerentes para levar o melhor desempenho para os jogadores. A fabricante optou por incluir algumas das peças mais robustas do mercado, levando performance extrema para o consumidor não precisar realizar upgrades.

Assim como já vimos em outras placas ASUS, apesar de a ROG Crossblade Range ser uma placa para processadores AMD, a fabricante incluiu um chip de rede da concorrente: a Intel. É claro que isso não afeta em nada na hora das transferências de rede, já que o chip é perfeitamente capaz de trabalhar em alta velocidade sem apresentar atrasos durante as partidas online.

Esta placa-mãe traz o chip Intel I211-AT, o qual é compatível com roteadores Gigabit (10/100/100) que usam a tecnologia GameFirst. Sentimos falta de um adaptador sem fio embutido na placa, mas sabemos que ela é voltada para um público exigente que geralmente só usa conexões cabeadas.

Presa ao padrão DDR3

Todo mundo sabe que a memória RAM é um componente importante em uma máquina do tipo gamer e a maioria dos jogadores já vem planejando comprar um PC que tenha suporte para longo prazo. Acontece que, devido às limitações do chipset, esta placa-mãe da ASUS ainda não tem suporte ao padrão de memórias DDR4.

A ASUS ROG Crossblade Ranger conta com quatro slots para memórias do tipo DDR3, sendo capaz de trabalhar com até 64 GB, ou seja, são quatro módulos de 16 GB cada. Ela usa arquitetura dual-channel, o que significa que o melhor desempenho do produto é apresentado quando as memórias são combinadas em pares.

Uma coisa que é importante ressaltar é a capacidade desta placa-mãe para trabalhar com módulos que trazem overclock de fábrica. Visando levar melhor experiência ao jogador que pretende extrair o máximo de sua máquina gamer, a ASUS incluiu o suporte para componentes de altíssimo desempenho. Esta placa-mãe aceita memórias DDR3 com clock de até 2.200 MHz.

Suporte para CrossFire e SLI

Ainda que muitos consumidores planejem usar o chip gráfico embutido na própria APU, há situações em que a performance gráfica integrada já não é mais suficientes. Pensando nisso, a ASUS preparou a ROG Crossblade Ranger para trabalhar eficientemente com placas offboard.

Os APUs da séria A10 e A8 são perfeitamente capazes de dar suporte para placas bem recentes, incluindo chips da série Radeon R9 300 e GeForce GTX 900. Assim, a fabricante da placa-mãe também aproveitou para adicionar o suporte para múltiplas placas de vídeo.

Esta placa-mãe traz três slots PCI-Express x16, sendo dois do padrão 3.0 e um do tipo 2.0. O jogador pode instalar até duas placas da NVIDIA em SLI ou duas AMD em modo CrossFire. Devido às limitações do chipset, só é possível usar configurações triplas com AMD CrossFireX.

Pelo que percebemos em nossas verificações, este modelo já deve estar preparado para receber as placas de vídeo da série Radeon RX 400, bem como as novas GeForce GTX 1000. O resultado desses produtos deve ser excelente, já que a ROG Crossblade Ranger usa PCI-Express 3.0 e o processador pode entregar um bom desempenho na maioria dos casos.

Vale a pena?

A ASUS ROG Crossblade Ranger se mostra uma excelente placa-mãe para quem pretende apostar nos processadores FM2+. Gostamos muito de ver que a ASUS já incluiu o PCI-Express 3.0 (que não está presente em alguns chipsets), oferece tecnologias para múltiplas placas de vídeo e conta com componentes de alta qualidade.

Todos esses detalhes mostram o cuidado da fabricante para levar um produto ideal para o uso em situações de extremo consumo e desempenho. O visual arrojado contribui para consumidores que pretendem usar gabinetes de acrílico e deixar sua placa em evidência.

Por conta das limitações do chipset da AMD, esta placa acaba não sendo a mais recomendada para quem busca as tecnologias mais recentes. Ela não conta com suporte para dispositivos M.2, não vem com USB 3.1, ainda usa o padrão DDR3 de memória RAM, vem com slots PCI e só suporta duas placas de vídeo.

Apesar dessas decisões duvidosas, a ASUS ainda leva algumas novidades importantes para o consumidor, como é o caso dos slots PCI-Express 3.0, que já garantem suporte para novas placas de vídeo. O chip de áudio da própria ASUS é de alta qualidade, bem como o componente de rede da Intel, que oferece ótima performance em jogos online.
 

Conforme pesquisamos em lojas online, a ASUS ROG Crossblade Ranger é uma peça rara na maioria das lojas. De qualquer forma, quando disponível, ela chega ao consumidor por valores próximos dos mil reais. Consideramos o valor um bocado salgado, já que ela é um pouco defasada, mas certamente é uma das melhores opções para quem vai usar um AMD FM2+.

Cupons de desconto TecMundo: