A ASUS tem quase 30 anos de estrada em hardware, sendo pioneira em diversas tecnologias e uma das maiores do segmento. Nos últimos anos, a marca otimizou seus produtos para levar as mais recentes novidades até o consumidor mais exigente.

Tal iniciativa foi perceptível nas placas com os novos chipsets da Intel, conforme vimos nos testes com as placas ROG. Agora, para atender a outros segmentos, a empresa apresenta uma série com design premium e funcionalidades para aproveitar melhor o hardware.

Como o próprio nome sugere, a linha Prime foi projetada para levar excelência ao consumidor que não necessariamente pretende usar sua máquina para jogos, mas ainda é exigente a ponto de optar pelas melhores tecnologias, que sejam descomplicadas e eficientes.

Dito isso, você já pode ter noção que, desta vez, testamos uma placa robusta, então esteja preparado para conhecer uma monstra em desempenho, com visual arrojado e muitas cartas na manga. A placa em questão é a ASUS PRIME Z270-A, que vem com o chipset Intel Z270, suporte para os processadores Kaby Lake e muita inovação.

Para você se localizar um pouco melhor, esta placa não vem para competir com modelos como a Maximus ou algumas Strix, já que ela não pretende ser uma top de linha. Trata-se de um modelo bem completo, mas que não conta com o melhor da fabricante.

A PRIME Z270-A tem boa combinação de peças e até sistema de iluminação RGB, mas ela não apresenta qualidades presentes apenas em séries mais ousadas. Sim, ela tem compatibilidade com memórias com oveclocking, sistema de múltiplas placas de vídeo e outros recursos avançados, mas algumas decisões mostram que temos aqui uma placa intermediária.

Agora que você já tem uma breve noção sobre o produto, vale entrarmos em detalhes para falar de design e dos principais componentes integrados. Além disso, como de costume, realizamos alguns benchmarks para testar a capacidade da placa, então vale acompanhar os detalhes para saber como esta ASUS enfrenta a concorrência. Vamos lá!

Especificações

Design diferenciado é ousado

A ASUS não para de nos surpreender com suas ideias bem pontuais na composição visual de suas placas. Depois de introduzir novos projetos na linha STRIX, a marca dá um passo à frente com arranjos especiais para a série PRIME.

Apesar de não ser uma top de linha, a PRIME Z270-A apresenta uma combinação de elementos que se mostra harmônica e muito chamativa. Durante os testes, os curiosos de plantão sempre ficavam estarrecidos com o design desta peça.

Ela não tem “armadura”, iluminação nos slots ou sistemas de status com LEDs, mas é notável o esmero da fabricante na composição geral. A PRIME Z270-A é moderna, algo ainda mais chamativo pelos dissipadores personalizados e pelo sistema de iluminação. Sim, o PCB na cor preta é comum, mas os dissipadores brancos ganham a atenção.

Para criar um visual ainda mais coerente, a marca apostou em um arranjo de linhas sobre o PCB, o qual encobre diversas vias e ainda contribui para o design geral. O painel traseiro e alguns circuitos próximos são cobertos por um componente plástico que apresenta o termo “Z270 SERIES”.

O soquete da CPU fica em destaque nesta região, mas, por conta desses componentes, alguns modelos de air cooler podem ser de difícil instalação. Ao lado, as memórias podem ser instaladas nos slots que são separados por cores, que indicam o sistema dual-channel. Abaixo, a ASUS colocou "safe slots" PCI-Express x16 com acabamento reforçado para placas de vídeo mais pesadas.

Curiosamente, o painel traseiro tem um arranjo bem diferente, com uma realocação de quase todas as portas. O “escudo” para as conexões é o ASUS Q-Shield, uma peça simples, porém que se destaca por eliminar partes pontiagudas e apostar num acabamento premium que facilita a instalação no gabinete.

O sistema de retroiluminação fica posicionado à esquerda dos slots para placas de vídeo, mais especificamente na parte inferior da placa-mãe. É possível personalizar com cores e efeitos do espectro RGB, incluindo ajustes como respiro, flash, ciclo de cor, música e temperatura da CPU. Além disso, você pode usar o AURA SYNC para sincronizar a cor da placa com a de outros itens.

Chipset Intel Z270 Express

O mais recente chipset da Intel é um dos destaques desta placa. Ainda que não seja um componente completamente remodelado, já que reaproveita várias tecnologias de seu antecessor, o Z270 tem recursos requisitados que são muito bem-vindos.

Primeiramente, é válido constatar que o chipset Intel Z270 Express conta com as seguintes tecnologias: Intel HD Audio, Intel Rapid Storage e Intel Smart Response. Essas funcionalidades embutidas garantem excelentes recursos para o jogador que busca som de qualidade e armazenamento de alta performance.

Desenvolvido com processo de litografia de 22 nm, o novo chipset apresenta suporte para até 14 portas USB (sendo possível configurar 10 portas USB 3.0 e 14 portas USB 2.0), seis dispositivos SATA 3.0, componente PCI Express e, claro, overclocking facilitado.

Entre os principais diferenciais, o Z270 Express se destaca pela quantidade de pistas para o barramento PCI Express (o Z170 suportava até 20 pistas, o novo componente sobe este número para 24 pistas) e a presença da tecnologia Intel Rapid Storage para armazenamento PCI.

Compatível com novos processadores Intel

Projetada para a sétima linha de processadores Intel Core, esta placa-mãe da ASUS opera com os seguintes chips: Intel Core i7-7700K, Intel Core i7-7700, Intel Core i7-7700T, Intel Core i5-7600K, Intel Core i5-7600, Intel Core i5-7600T, Intel Core i5-7500, Intel Core i5-7500T, Intel Core i5-7400 e Intel Core i5-7400T.

Vale notar que, além desses, a fabricante anuncia a compatibilidade para os mais recentes componentes Intel Core de sétima geração da linha i3. Outra vantagem é o suporte para os chips da sexta linha de processadores Intel Core (Skylake) e componentes Pentium e Celeron.

Sobre a mais nova série de produtos Intel, o consumidor pode esperar um acréscimo de desempenho significativo em todas as tarefas. Eles são fabricados com processo de litografia de 14 nm, apresentam TDP máximo de 91 watts (para os modelos com o sufixo K), trazem até 8 MB de memória cache L3 e podem rodar com frequências de até 4,2 GHz.

É importante salientar que muitos componentes da linha Kaby Lake são preparados para overclocking, algo facilitado pelas tecnologias desta placa da ASUS.

Com a função ASUS PRO CLOCK, as placas-mãe ASUS Z270 garantem que o consumidor possa fazer regulagens na CPU de maneira fácil e rápida. Esta nova opção possibilita a configuração do clock para até 425 MHz acima do especificado pela Intel. Aliás, segundo informações da ASUS, em alguns casos é possível alterar a frequência em até 650 MHz. Fascinante!

Memórias DDR4 com overclocking

A ASUS PRIME Z270-A é projetada para situações que exigem a mais alta performance, então a ASUS preparou o produto para trabalhar com memórias mais robustas. Por trazer o chipset mais recente da Intel, esta peça suporta componentes do padrão DDR4.

Ela apresenta quatro slots, sendo compatível com um total de até 64 GB, em uma combinação de quatro módulos com 16 GB cada. O chipset Intel Z270 é programado para operar com memórias em modo dual-channel, configuração que entrega mais desempenho em todas as situações.

Além disso, para que o jogador possa extrair o máximo de performance, a ASUS incluiu o suporte a componentes de altíssimo desempenho. Esta placa-mãe aceita memórias DDR4 com clock de até 3.866 MHz. Vale notar ainda o switch EZ XMP, que permite o overclock fácil da memória RAM.

SLI e CrossFire

Apesar de não ser focada no público gamer, a PRIME Z270-A é uma placa que entrega opções de upgrade para o usuário, então nada mais natural do que disponibilizar suporte para múltiplas placas de vídeo.

Esta placa apresenta três slots PCI-Express x16 para trabalhar em SLI ou CrossFire. Todavia, é válido salientar que só é possível combinar duas placas GeForce (algo que também é limitado pela própria NVIDIA na série GeForce 10). Para quem usa placas AMD, este modelo suporta CrossFireX de três placas.

Pensando em placas de vídeo mais largas, a ASUS preparou este produto para dar suporte a componentes robustos. Obviamente, a combinação de modelos muito grandes talvez seja complicada. O último slot pode dificultar tal instalação, ainda mais em gabinetes menores, mas acreditamos que placas compactas caibam facilmente.

Testes de desempenho

A ASUS PRIME Z270-A é mais uma placa da ASUS com o mais recente – e robusto – chipset da Intel, o que nos permite averiguar de forma mais precisa a otimização que a fabricante tem feito em seus produtos. Além disso, outras marcas já lançaram placas com este componente, o que nos permite ter uma base de comparação.

Até o presente momento, mantemos nossa máquina equipada com o processador Intel Core i7-6700K, o mais top da linha Skylake, a fim de verificar as capacidades da PRIME Z270-A.

Máquina utilizada nos testes

  • Sistema: Windows 10
  • CPU: Intel Core i7-6700K @ 4,00 GHz
  • Memória: 16 GB RAM Corsair DDR4 2.133 MHz
  • Placa de vídeo: NVIDIA GeForce GTX 1080
  • SSD: Intel 540 Series 480 GB
  • Fonte: Corsair AX1500i

PassMark

O PassMark Performance Test executa testes em todos os componentes do computador, medindo as capacidades da memória, do disco rígido, do processador, da placa de vídeo e, claro, da comunicação entre todos esses componentes e a placa-mãe. O resultado geral é uma média da pontuação de todos os itens do computador.

PCMark

O PCMark é focado em testes mistos, que simulam desde o uso mais tradicional de um computador, como navegação na internet, até a reprodução de filmes e outras tarefas. Nós utilizamos a verificação Creative Conventional para averiguar a performance da máquina.

MaxxMEM

O MaxxMEM é um aplicativo de testes que mede a velocidade da memória em situações diferentes: cópia, leitura e escrita. Esse benchmark é importante para medir a taxa de transferência da RAM e conferir como o controlador de memória se sai no dia a dia.

Cinebench

O Cinebench é um teste de benchmark que verifica as capacidades do computador na renderização de gráficos tridimensionais (usando a tecnologia OpenGL), bem como o poder de processamento do chip principal da máquina.

RealBench

Este benchmark da ASUS efetua uma série de testes práticos, simulando como a máquina se comporta no dia a dia. O RealBench analisa o poder do computador na hora de edição de imagens, codificação de vídeos, trabalho com OpenCL e execução de múltiplas tarefas. O resultado geral indica a capacidade da máquina em pontos.

Vale a pena?

A ASUS PRIME Z270-A é uma excelente placa-mãe, que reafirma o compromisso da fabricante em levar inovação até o consumidor. Com design aprimorado e as tecnologias mais recentes, ela se mostra adequada para quem busca um componente robusto e ideal para adicionar um charme a mais ao gabinete.

Com o mais recente chipset da Intel, ela apresenta suporte para memórias com oveclock e o que há de mais moderno em conectividade, sendo altamente recomendada para quem pensa em upgrades recorrentes no computador. O sistema de iluminação RGB é simples, mas é um bom diferencial, ainda mais com o AURA SYNC.

O acabamento premium também merece destaque, bem como os componentes de alta qualidade e preparados para situações de extremo consumo merecem destaque, uma vez que ampliam a performance do produto. Esta é uma ótima opção para quem pensa em investir em soluções de múltiplas placas gráficas.

Os componentes dedicados para armazenamento de alta performance (do tipo M.2), o chip de áudio de boa fidelidade e o dispositivo de rede com tecnologia GameFirst mostram a preocupação da marca em levar um conjunto completo ao consumidor com sua nova série de placas. Equipada com novos conectores USB, ela está pronta para qualquer tarefa.

Infelizmente, em nossas pesquisas, não encontramos a ASUS PRIME Z270-A nas lojas brasileiras. Todavia, o modelo AR está disponível aqui por valores que começam em 920 reais. As diferenças entre as duas são o ASUS Q-Shield, o switch EZ XMP (para overclock fácil da memória RAM) e as conexões DVI e DisplayPort.

Em questão de performance, as duas placas devem entregar os mesmos resultados, então é possível fazer algumas considerações sobre compra mesmo que o produto disponível aqui seja levemente diferente. O valor é até bem adequado para a proposta do produto, já que estamos falando de uma placa com chipset Z270 e cheia de inovação.

Certamente, vale a pena comprar a ASUS PRIME Z270-A, ainda mais após os resultados de nossos benchmarks, que comprovaram a alta capacidade da placa em trabalhar muito bem sob grande estresse e entregar desempenho muito similar ao de uma top de linha. Parabéns à ASUS pelo projeto excelente!

Cupons de desconto TecMundo: