A Huawei, assim como outras fabricantes chinesas, vê no Brasil uma boa oportunidade para apresentar seus smartphones para os consumidores. A última aposta da companhia para o mercado nacional é o Ascend P7, aparelho que foi disponibilizado internacionalmente em junho de 2014, mas que só chegou ao nosso país no final do ano passado.

Com boas configurações de hardware, como um processador quad-core de fabricação própria, o objetivo desse aparelho é brigar contra os tops de linha do mercado. Considerando o preço e especificações técnicas, poderíamos indicar o LG G3, Moto X (segunda geração), Xperia Z3 e Galaxy S5 como principais rivais. Será que o Ascend P7 tem fôlego para bater de frente com os concorrentes?

Especificações técnicas do Ascend P7.

Especificações técnicas do Huawei Ascend P7

  • Sistema operacional: Android 4.4.2 (KitKat) com Emotion UI 2.3
  • Tela: LCD IPS de 5 polegadas com Gorilla Glass 3
  • Resolução da tela: 1920x1080 pixels (Full HD)
  • Densidade de pixels: 441 ppi
  • Chipset: Huawei HiSilicon Kirin 910T
  • CPU: quad-core de 1,8 GHz
  • GPU: Mali-450MP4
  • Memória RAM: 2 GB
  • Armazenamento interno: 16 GB
  • Armazenamento externo: até 64 GB com cartão micro SD
  • Câmera traseira: 13 MP
  • Câmera frontal: 8 MP
  • Bateria: 2.500 mAh
  • Conectividade: WiFi (802.11 a/b/g/n), Wi-Fi Direct, Bluetooth 4.0, GPS (A-GPS, GLONASS), NFC, 3G, 4G e rádio FM
  • Sensores: acelerômetro, giroscópio, proximidade, compasso e bússola
  • Dimensões: 139,8 mm (altura) x 68,8 mm (largura)
  • Espessura: 6,5 mm
  • Peso: 124 gramas
  • Preço oficial de lançamento: R$ 1.499
  • Preço médio: R$ 1.299

Huawei Ascend P7.

Design

Ao dar de cara com o Ascend P7, é difícil não reconhecer a forte inspiração de seu visual em outros smartphones. À primeira vista, temos a impressão de estar segurando um aparelho da família Xperia, da Sony. A tampa traseira em vidro, os botões na lateral e a posição da câmera e do logotipo da marca acusam a semelhança.

Porém, os bordas metálicas e retangulares do Ascend P7 lembram bastante aquelas presentes no iPhone 5 e 5s. Até mesmo os pequenos detalhes entregam a fonte de inspiração da Huawei. Apesar da evidente semelhança nos dois casos, a união dos designs resultou em um aparelho muito bonito e de pegada bem firme.

Desempenho

Apesar de ter como objetivo ser um top de linha na categoria de smartphones, o Ascend P7 acaba “tropeçando na curva”. Ele é o aparelho mais parrudo da Huawei aqui no Brasil, mas está bem longe de ser o melhor nessa faixa de preço. Apostando em um processador de fabricação própria, o HiSilicon Kirin 910T quad-core de 1,8 GHz, o dispositivo fica atrás dos concorrentes em praticamente todos os benchmarks.

Uma das culpadas é a interface Emotion UI, uma versão do Android 4.4.2 (KitKat) que sofreu várias mudanças. Por conta disso, até mesmo tarefas simples, como a transição de telas, podem sofrer com alguns engasgos constantes. Entretanto, jogos pesados, como Dead Triguer 2, Need For Speed No Limits e Iron Man 3, rodam com tranquilidade. Isso significa que o Ascend P7 não vai encontrar problemas para executar a maioria dos apps na Play Store.

Benchmark

Na realização desta análise, foram utilizados cinco aplicativos de benchmark para avaliar o Ascend P7: o 3D Mark (Ice Storm Unlimited), o AnTuTu Benchmark 5, o GFX Bench (T-Rex HD Off Screen), o Vellamo Mobile Benchmark (HTML5 e Metal) e o PCMark for Android. Por uma questão de comparação, incluímos nos gráficos os modelos Moto X (segunda geração), LG G3, Xperia Z3 e Galaxy S5.

Vellamo Mobile Benchmark

Essa opção é bastante versátil por oferecer dois testes para os aparelhos: o HTML5 e o Metal. No primeiro deles, o desempenho do smartphone para navegação na web é colocado à prova. No Metal, o processador é avaliado e uma nota final é atribuída à sua performance. Maiores pontuações indicam um melhor desempenho.

Vellamo Mobile Benchmark.

3D Mark (Ice Storm Unlimited)

O 3D Mark é um dos testes de benchmark mais conceituados do mercado. Para a análise do Ascend P7, executamos o Ice Storm Unlimited, uma das opções oferecidas pelo aplicativo. Quanto maior a pontuação, melhor o desempenho.

3D Mark (Ice Storm Unlimited).

AnTuTu Benchmark 5

Esse aplicativo é um dos mais completos da categoria quando se trata de analisar o hardware de um aparelho. O AnTuTu Benchmark 5 faz testes de interface, CPU, GPU e memória RAM. Pontuações maiores representam um desempenho melhor.

AnTuTu Benchmark 5.

GFX Bench (T-Rex HD Offscreen)

O GFX Bench é um teste de benchmark para avaliar a qualidade gráfica de um dispositivo. O procedimento inclui uma série de testes que avaliam, entre outras coisas, a qualidade de renderização e o consumo de energia para exibição de imagens. Pontuações maiores (calculadas em frames por segundo – FPS) indicam um desempenho melhor.

GFX Bench (T-Rex HD Offscreen).

PCMark for Android

O PCMark for Android é um benchmark de bastante qualidade e que avalia a duração de bateria do smartphone em condições reais de uso. O teste é baseado em atividades que executamos diariamente, como navegação na internet e execução de arquivos multimídia. O resultado da avaliação do Ascend P7 mostra que ele aguenta até 5 horas e 3 minutos em uso intenso.

Huawei Ascend P7.

Tela

O display do Ascend P7 surpreendeu em nossa análise. A resolução Full HD faz com que as imagens fiquem bastante nítidas e praticamente não há distorções nas cores exibidas. O controle de brilho oferece resultados bem satisfatórios, apresentando uma boa visualização mesmo sob luz muito forte.

A aposta no tradicional LCD com painel IPS também se mostrou acertada. Além disso, a proteção Gorilla Glass 3 deve evitar que o display sofra com muitos riscos e arranhões.

Interface

A já mencionada interface, a Emotion UI, é um dos pontos que mais desagradou em nossa análise. Além dos engasgos frequentes que o aparelho apresenta, a falta de uma página que reúna todos os apps faz bastante falta.

Nesse smartphone, todos os aplicativos precisam ficar em uma das telas iniciais. Os mais chatos com a organização vão ter que esconder em pastas os apps que não querem ver. Por outro lado, a aplicação de temas personalizados é um aspecto que merece elogios.

Câmera

Neste ponto, a Huawei mostra que o Ascend P7 realmente quer brigar com os tops de linha do segmento. Os dois sensores do aparelho surpreenderam em nossa análise por causa da qualidade e recursos extras que oferecem.

A câmera principal consegue capturar fotos com uma qualidade muito boa, independente de qual seja a situação. O recurso de rastreamento de objetos é útil e pode ajudar a manter o foco nas partes mais importantes da imagem.

Já o sensor frontal, com impressionantes 8 megapixels, possui um recurso curioso para deixar as pessoas mais bonitas. Ajeitando os “níveis de beleza”, é possível atenuar as rugas e marcas de expressão na hora de tirar selfies. A possibilidade de tirar autorretratos usando a voz também é uma funcionalidade bem útil.

Áudio

O áudio do Ascent P7 também decepcionou em nossa análise. O volume máximo do aparelho não é alto o suficiente e ainda apresenta uma distorção bem forte. Por causa da posição e formato dos alto-falantes, colocar o smartphone em uma superfície plana ou tampar a saída de som abafa muito o áudio produzido.

O fone de ouvido que acompanha o smartphone não salva o conjunto. Um pouco desconfortável, o acessório não segue o formato intra-auricular e apresenta os mesmos problemas dos alto-falantes: sons baixos e distorcidos.

Bateria

A bateria apresentou uma duração dentro da média para a categoria. Em nossos testes, a reprodução de conteúdo em vídeo de alta resolução foi capaz de drenar toda a carga do aparelho em pouco mais de 5 horas e 30 minutos. Aqui, o destaque vai para os planos de energia, capazes de estender bastante o uso do smartphone em situações emergenciais.

Vale a pena?

O Ascend P7 mostra que as empresas chinesas ainda vão ter que batalhar bastante para se estabelecer por aqui. Um smartphone que queira bater o Moto X e o LG G3 em relação ao custo-benefício, por exemplo, ainda tem um longo caminho pela frente.

Porém, não podemos deixar de destacar a qualidade da tela e principalmente da câmera do Ascend P7. Mas a sua interface e a qualidade sonora acabam oferecendo uma experiência que não condiz com o preço pelo qual o smartphone é vendido.

O smartphone Huawei Ascend P7 pode ser adquirido na loja Cissa Magazine.

Cupons de desconto TecMundo: