Na década de 70, os computadores eram grandes. Naquela época, todos os componentes que faziam parte de um PC eram muito maiores e bem menos eficientes do que são hoje. Um bom exemplo são os discos rígidos: além de enormes, esses dispositivos de armazenamento conseguiam guardar apenas uma ínfima parte de um HD tradicional.

Em posse de uma relíquia daquela época – um disco rígido de 10 MB, modelo DEC RL02 –, Christopher Parish resolveu criar um produto inusitado. Utilizando a interface USB, o entusiasta com bastante tempo livre criou uma espécie de dispositivo de armazenamento externo com esse HD dos anos 1970. O vídeo que abre essa matéria mostra o “maior e pior” pendrive em funcionamento durante a apresentação de Parish durante a Hackaday.

Além de gigante, o “pendrive” criado por Parish também é bastante pesado. Porém, a grandeza fica no campo físico mesmo. A modificação do disco DEC RL02 é capaz de armazenar só 10 MB. Apenas por uma questão de comparação, seriam necessários cerca de 6,6 mil unidades desse “pendrive” para armazenar o recém-lançado Grand Theft Auto V para os PCs.

O "maior e pior" pendrive que existe no mundo, capaz de armazenar apenas 10 MB.

Cupons de desconto TecMundo: