A polícia dos Estados Unidos não poupa esforços quando se trata de pegar criminosos, mas muitas vezes essa corrida maluca atrás de bandidos acaba gerando acidentes graves.

Pensando em contornar esse tipo de situação, a polícia da Flórida (mais especificamente de Saint Petersburg) está apostando em um novo tipo de arma que usa projéteis com GPS.

Parece mais coisa dos filmes do James Bond, mas trata-se de uma tecnologia real que pode apresentar bons resultados quando estiver devidamente pronta para utilização. Armas de ar comprimido são instaladas na frente dos veículos e, quando ativadas, elas disparam um GPS com uma cola, a qual serve para grudar o dispositivo no automóvel que está sendo perseguido.

Uma vez que o fugitivo está sendo monitorado através do computador no carro da polícia, os tiras podem reduzir a velocidade — o bandido também reduzirá a velocidade ao perceber que não há ninguém tentando detê-lo — e, dessa forma, evitar acidentes que podem até envolver pessoas inocentes.

(Fonte da imagem: Reprodução/Cnet)

De acordo com a reportagem da ABC, por enquanto os novos dispositivos estão em testes, sendo que ainda não é muito fácil controlar a mira para acertar os veículos durante uma perseguição. O principal problema, contudo, é que cada GPS custa US$ 250, o que não é tão viável considerando que eles só podem ser usados uma única vez.

Cupons de desconto TecMundo: