Bala conta com sensores e uma espécie de computador de bordo (Fonte da imagem: Reprodução/IEEE)

Se em games como Sniper Elite V2,você pode sentir na pele as dificuldades da vida de um franco-atirador, saiba que existem pesquisas que visam deixar a vida desses soldados um pouco mais fácil.

Entre os trabalhos sendo conduzidos mundo afora, o Sandia National Laboratories, localizado no Novo México, Estados Unidos, realiza estudos para o desenvolvimento de uma munição inteligente, capaz de acertar alvos posicionados a mais de uma milha (cerca de 1,6 quilômetro) de distância.

Para lançar mão do recurso o atirador utiliza um raio laser, utilizado para marcar o alvo a ser a atingido. As balas seguem esse rastro, conseguindo obter resultados melhorados em mais de 98% dos testes com tiros entre um e dois quilômetros.

Como funciona?

Os projéteis desenvolvidos pelo laboratório contam com quatro polegadas de tamanho. No corpo do dispositivo há um pequeno computador de bordo, além de uma bateria que garante o seu funcionamento.

Já na frente da munição há um sensor óptico inteligente, que acompanha o feixe do laser apontado ao alvo e dá as instruções para correção de rota aos comandos eletrônicos que controlam a bala.

Fonte: Future of Tech, IEEE e Sandia National Laboratories

Cupons de desconto TecMundo: