Tidos como dois dos grandes centros urbanos do Brasil, São Paulo e Rio de Janeiro estão entre os piores lugares do mundo para dirigir. A conclusão foi feita após uma pesquisa realizada pela equipe responsável pelo aplicativo Waze e divulgada nesta semana. 

Para chegar a essa conclusão, a equipe do Waze avaliou a experiência de condução de 50 milhões de usuários em 32 países e em 167 áreas metropolitanas para criar o primeiro “Índice de Satisfação do Motorista” do mundo. Para isso, foram analisados pontos como nível de frequência e gravidade de congestionamento, qualidade e infraestrutura das ruas e rodovias, segurança dos motoristas, acesso a posto de gasolina, preço do combustível e outros aspectos. 

Nessa tabela, o Brasil está entre os 15 piores países nos quesitos nível de satisfação, índice de congestionamento, qualidade das vias, aspecto socioeconômico e Wazeyness (felicidades). Quando observamos o tempo médio que o usuário leva para ir de casa para o trabalho, os cariocas gastam cerca de 38,4 minutos, enquanto os que moram em São Paulo precisam de 32,8 minutos. 

Já no que diz respeito aos lugares que servem de modelo, a Holanda teve o melhor resultado ao analisar o desempenho global e registrou a menor taxa de trânsito. Suécia, Eslováquia e República Tcheca também aparecem entre os países que apresentam boas estruturas para o motorista. 

Pontos positivos 

Entretanto, nem tudo é só negativismo para o Brasil. A Grande São Paulo, por exemplo, ficou em primeiro lugar no item Trânsito Seguro, indicando que ela apresentou menor incidência de perigos, incluindo nessa lista carros parados no acostamento, acidentes, atropelamentos e outros aspectos. 

São Paulo e Rio de Janeiro também figuram na lista das 15 cidades com mais postos de combustível, serviços e estacionamento, aparecendo em 4º e 13º lugar, respectivamente.

Você toma por base as pesquisas divulgadas por aplicativos para forma uma opinião sobre algum assunto? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: