O GPSGAY é um aplicativo que, felizmente, faz um trabalho ainda necessário em nossa sociedade. Ele forma um mapa colaborativo de locais e pessoas simpatizantes e também mostra ONGs e entidades de defesa dos direitos humanos mais próximas do usuário.

Veja: por causa desses recursos, o app acaba se tornando uma rede que procura oferecer ajuda em casos de discriminação e atos homofóbicos. Segundo Magdalena Rodriguez, designer da aplicação, o GPSGAY dá a possibilidade de as pessoas informarem lugares e estabelecimentos para serem evitados e combatidos: "Caso ocorra um ato de preconceito em um dos locais cadastrados, os usuários podem fazer as queixas diretamente na página do lugar e alterar a avaliação, compartilhando o fato com a comunidade", explica Magdalena.

A ideia é, com o tempo, criar um espaço dentro do app que seja dedicado ao cadastro de escritórios de advocacia que ofereçam defesa e aconselhamento para a comunidade LGBT em casos de discriminação. O GPSGAY já tem mais de 200 mil usuários ativos na América Latina.

Ainda é válido lembrar que a presidente do Brasil, Dilma Roussef, já fez o pedido paracriminalizar atos homofóbicos. 

Cupons de desconto TecMundo: