Quando se trata de compras em games mobile, o escorpião dentro de nossos bolsos costuma ser mais agressivo. São poucos os jogadores que realmente gastam dinheiro com este tipo de jogo, e os gastões somam 60% do lucro das desenvolvedoras, de acordo com uma nova pesquisa da Swrve.

A companhia descobriu que apenas 0,23% dos jogadores gera mais da metade dos lucros em compras in-game. Para chegar nessa conta, a Swrve coletou dados de 20 milhões de gamers que baixaram mais de 40 apps gratuitos — com compras apenas dentro da aplicação.

A pesquisa também descobriu que, mensalmente, a média gasta é de US$ 29,17. Isso mostra um aumento sobre os US$ 22 gastos no mesmo mês em 2014, um crescimento de 33%. No total, a porcentagem de jogadores que realmente fazem compras em games mobile é de 2,3% — ano passado, esse número ficava em 1,5%.

"Os números são claros: a área de jogos móveis está mudando e crescendo", disse Christopher Dean, CEO da Swrve. "Embora ainda seja pequeno, o número de jogadores está crescendo, e há uma tendência clara sobre a base de players e uma abordagem mais sofisticada para trazer lucros. Nós estamos deixando a 'fase de aquisição' do mobile, já que os desenvolvedores estão entendendo que o sucesso é determinado pelo que acontece após a instalação", explicou Dean.

Outros dados encontrados pela pesquisa são:

  • Entre os consumidores, 44% fizeram apenas uma compra, enquanto 20% fizeram cinco ou mais
  • Um consumidor faz cerca de 3,5 compras por mês, com gasto médio de US$ 8,27
  • O tempo médio para compra após o download é de 15 horas. Em 2014, era de 24 horas

Cupons de desconto TecMundo: