CEO do Waze diz que serviço é o "Google da vida real"

1 min de leitura
Imagem de: CEO do Waze diz que serviço é o "Google da vida real"
Avatar do autor

(Fonte da imagem: Reprodução/Waze)

Nesta semana, foi confirmado pela Google e pelo Waze que o serviço de mapeamento dinâmico e social do trânsito estaria sendo adquirido pela empresa de Mountain View. O valor até agora não foi confirmado pelas partes envolvidas, mas estima-se que as negociações teriam chegado perto da marca de US$ 1 bilhão. Mas o que faria o aplicativo Waze valer tanto?

Em uma entrevista realizada em janeiro — e até então não publicada —, o CEO do Waze disse à revista Forbes que o sistema poderia ser considerado uma versão do Google Search aplicado à vida real. Na ocasião, ele disse que as pessoas “usam o Google hoje para pesquisar na web e vão usar o Waze para pesquisar na vida real amanhã”. Naquela ocasião, ainda não havia informações sobre a aquisição.

Independente das dimensões das duas empresas envolvidas, o fato de a aquisição poder ter alcançado valores próximos ao US$ 1 bilhão mostra que o Waze realmente tem potencial para crescer. Se ele vai mesmo se transformar no “Google da vida real”, só saberemos em alguns anos.

Fontes

Comentários

Conteúdo disponível somente online
CEO do Waze diz que serviço é o "Google da vida real"