(Fonte da imagem: Reprodução/SafeCity)

Em um mundo de milhões de aplicativos para celular, poucos são os com uma utilidade real. Porém, na Índia, as mulheres encontraram em seus smartphones uma forma de tentar prevenir crimes sexuais.

A ideia se popularizou desde que uma estudante de Medicina foi estuprada e morta por um grupo de homens ao voltar do cinema para a sua casa, em dezembro do ano passado. Em aplicativos como o SafeTrac, as mulheres indianas estão marcando os lugares em que sofreram algum tipo de abuso. O aplicativo conta com um botão de emergência e alimenta os dados no Safecity.in, que mostra um mapa dos locais em que a incidência de crimes é maior.

Um aplicativo semelhante é o ICE (In Case of Emergency), que foi produzido pelo próprio Departamento de Polícia de Nova Deli. No entanto, críticos apontam que nem todas as mulheres da Índia têm acesso a smartphones, tanto em áreas urbanas quanto em ambientes rurais. De qualquer forma, o sistema tem ganhado popularidade, já que pode até mesmo salvar vidas daquelas que podem contar com ele.

Cupons de desconto TecMundo: