(Fonte da imagem: Reprodução/Apple)

As keynotes (anúncios de novos produtos) da Apple são extremamente famosas e esperadas atualmente, já que todos sabem que esses lançamentos são carregados de inovação e produtos que podem mudar todo o futuro da indústria.

E foi exatamente o que aconteceu há 30 anos: a Apple lançou o seu computador de mesa e revolucionou o modo como as pessoas viriam a usar esse tipo de aparelho de maneira pessoal.

Pela primeira vez era possível se comunicar com a tela usando uma interface gráfica, algo que então passou a fazer parte de todos os sistemas operacionais voltados para o grande público. Era a Apple fazendo história e entrando de vez para o mundo da computação pessoal.

A revolução com 128 Kb de memória

Em uma época na qual os computadores ocupavam um espaço enorme e eram usados, na sua maioria, para fins institucionais, o Macintosh foi um avanço praticamente inimaginável. Uma caixa relativamente pequena que, como acontece até hoje, unia a CPU e a tela do computador — um monitor de 9 polegadas e resolução de 512x384 — e da qual saíam um mouse e um teclado: era essa a aparência do primeiro Mac.

(Fonte da imagem: Reprodução/Apple)

Na época do seu lançamento, ele custava US$ 2.495 e vinha um processador Motorola 68000 e com modestos 128 Kb de memória, algo que é completamente impensável nos dias de hoje. Mesmo assim, era considerado uma máquina "de ponta", já que não existia nada comparável a ele. Justamente por isso, talvez, a recepção não foi exatamente o que se esperava.

Isto é, o lançamento do produto foi um sucesso e trouxe uma revolução posterior imensa para a forma como as pessoas usavam os seus computadores. Mas, como toda grande mudança, o Mac recebeu críticas duras: muitas pessoas achavam que o uso de uma interface gráfica era desnecessário, e diversos desenvolvedores reclamaram por ter que adaptar os seus programas para o novo sistema.

Interface do Macintosh em 1984 (Fonte da imagem: Reprodução/Apple)

Porém, apesar das críticas iniciais e dos problemas ao longo do caminho, o Macintosh — conhecido hoje apenas como Mac — evoluiu nesses 30 anos para tornar-se o que é hoje: um dos melhores computadores pessoais do mercado, com um sistema sólido e novidades que continuam a revolucionar a indústria, um passo de cada vez.

A homenagem da Apple

No dia 24 de janeiro de 1984 o primeiro Macintosh foi lançado, e hoje, 30 anos depois, a Apple tomou a página inicial do seu site para prestar uma homenagem a este computador tão importante na história dessa empresa. Um vídeo comemorativo (mostrado abaixo) foi lançado e uma página especial pode ser acessada por quem quer saber um pouco mais sobre o aparelho e a sua evolução.