Quando ninguém mais ouvia falar muito do iWork e do iLife, dois aplicativos bastante funcionais – e que já deixavam saudades –, a Apple anunciou, em conferência realizada nesta terça-feira cuja cobertura o Tecmundo fez ao vivo, novas versões do iLife e do iWork, disponíveis gratuitamente com a compra de qualquer dispositivo Mac ou iOS.

Na verdade, a companhia está dando novo vigor aos consagrados aplicativos. O iLife, por exemplo, incluirá agora o GarageBand, iPhoto e iMovie, enquanto o renovado iWork inclui Keynote, Numbers e Pages.

Ambos os suítes de aplicativos terão integração com o iCloud para que o usuário possa compartilhar documentos, arquivos e projetos entre os apps independentemente do dispositivo. As interfaces de usuário também foram remodeladas e ganharam novo fôlego com ferramentas realocadas.

Algumas novidades marcam o iWork para iCloud. O app Pages, por exemplo, ganhou recursos de edição em tempo real que permitirá aos usuários editar vários documentos simultaneamente, alinhando o app com o Google Docs e outras ferramentas de edição baseadas na tecnologia de nuvem.

Eddy Cue, vice-presidente sênior de serviços e softwares de internet da Apple, disse que “você pode até colaborar com um amigo que está confinado ao PC” por meio do recurso.

Os músicos de plantão vão gostar do GarageBand, que ganhou recursos como a dupla de percussionistas robôs Kyle e Gavin e agora suporta gravação de 32 faixas. É um avanço se considerarmos que a maioria dos programas desse tipo tem um limite de 24. E tem mais: ele agora é gratuito, naturalmente, e adota um modelo freemium, cobrando apenas por instrumentos e recursos de som adicionais.

Cupons de desconto TecMundo: