Ampliar (Fonte da imagem: Reprodução/NerdPai)

Novo dia, novo episódio da novela em torno da marca “iPhone”. Ontem (14), Apple e Gradiente entraram com um pedido de suspensão do litígio perante o juiz federal da 25° vara do Rio de Janeiro.

A ideia é, novamente, tentar resolver as coisas de forma amigável — o que faz supor que um acordo atraente foi apresentado a uma das partes. De qualquer forma, o pedido é válido apenas até o dia 31 de maio, de maneira que tudo pode, perfeitamente, voltar à estaca zero.

Anteriormente, a previsão era de que o tribunal entrasse em sessão no dia 29 deste mês, após adiamento por conta de pendências da Gradiente com o Banco do Brasil — que acabou por embargar as negociações em razão de uma dívida de R$ 947 mil da empresa brasileira. Por ter sido registrada antes do lançamento do smartphone da Maçã, a marca “iPhone” consta como propriedade da Gradiente em território tupiniquim.

Cupons de desconto TecMundo: