O Apple Watch começa a ser vendido nas lojas norte-americanas neste mês e enquanto o produto não chega às mãos dos consumidores a expectativa é alta. Entretanto, diversos veículos da imprensa internacional já tiveram acesso às primeiras unidades para testes e reviews e nesta quarta-feira (8) as primeiras avaliações sobre ele começaram a pintar na internet.

Em linhas gerais, os sites que avaliaram o produto divergem em suas opiniões. Há uma certa unanimidade em afirmar que o Apple Watch é o melhor entre os smartwatches já lançados até o momento, mas muitos questionam a sua real utilidade. Além disso, detalhes que são apontados por alguns como negativos, passaram despercebidos em outras análises.

“Você não precisa de um. Ninguém precisa de um smartwatch”, afirma o site Yahoo em sua avaliação. Em contrapartida, o site Bloomberg destaca que “o Apple Watch é legal, bonito e poderoso, além de ser fácil de ser utilizado, mas não é essencial”. O site The Verge destaca ainda que o produto é voltado para os chamados “early adopters” (usuários que fazem questão de ter um produto novo já no seu lançamento) e que o primeiro modelo ainda apresenta falhas.

“Transferir informações e dados do smartphone por Bluetooth ou Wifi leva muito tempo. Os apps demoram para carregar e os apps de terceiros às vezes nem abrem. Às vezes o aparelho fica sem responder por alguns segundos enquanto ‘pensa’ e daí volta”, destaca o analista Nilay Patel em seu texto.

Mas afinal, vale a pena?

Para o site The Verge o Apple Watch ainda está “incompleto” e, por isso, se você for comprar um, então “compre a versão esportiva”. Já o Yahoo classifica o relógio como uma peça de luxo como “um carro bonito ou roupas mais caras”. O CNET afirma que a menos que você tenha US$ 400 sobrando, “vale a pena esperar um pouco mais”. O jornais The Wall Street Journal e The New York Times também concordam.

O Apple Watch começa a ser vendido nos Estados Unidos a partir do dia 24 de abril, por preço a partir de US$ 350. Ainda não há previsão de lançamento do acessório no Brasil.

Cupons de desconto TecMundo: