Finalmente, sabemos os preços e as datas de lançamento do Apple Watch. Por isso, alguns dos futuros donos têm certas perguntas na cabeça que podem parecer óbvias. Porém, elas não são. E a principal delas é: "O que vai acontecer com o relógio inteligente quando acabar a bateria do meu iPhone que está pareado?".

Segundo a Apple, o Watch vai ter 18 horas de autonomia — e este número pode ser bem superior ao do seu iPhone. E, ainda de acordo com a fabricante, a pergunta sobre o que vai acontecer com o relógio inteligente quando a bateria do smartphone acabar tem uma resposta simples: todas as funcionalidades que são baseadas em conexão de rede não vão funcionar.

Especificamente, o que acontece?

  • O Watch não vai ser capaz de fazer ou receber ligações
  • Apps como o Facebook e Twitter não vão ser atualizados — vão ficar estáticos
  • Você não vai receber email ou outras mensagens
  • O recurso Sketch, que permite enviar desenhos para amigos, vai parar de funcionar
  • O recurso que permite que você envie os seus batimentos cardíacos também vai parar de funcionar

Contudo, outros recursos vão continuar ativos, como o Apple Pay, ouvir músicas na memória interna, apps de exercícios e medidas biométricas. Outros smartwatches também exigem conexão com um smartphone para realizar a maioria das funções. Contudo, já existem gadgets que funcionam sozinhos para realizar ligações e conexões, como o Samsung Gear S (R$ 1,3 mil) e o LG Watch Urbane LTE.

O Apple Watch, na sua versão mais barata, custa US$ 349 — um pouco mais de mil reais, em conversão direta e sem impostos ou taxas; no Brasil, deve chegar com um preço bem mais alto.

Cupons de desconto TecMundo: