O anúncio do Apple Watch já aconteceu, mas devido à impossibilidade de lançar o produto ano passado, a Apple pretende fazer outro evento na próxima semana para dar mais detalhes sobre o dispositivo.

Acontece que antes mesmo de a fabricante se pronunciar, o The New York Times publicou uma informação curiosa que pode ser interessante para quem já está de olho no gadget há algum tempo, mas estava na dúvida se deveria gastar uma grana num relógio que tem uma bateria que mal dura um dia.

De acordo com o famoso site de notícias americano, o Apple Watch trará um modo de uso chamado “Power Reserve”. Ele faz justamente o que o nome diz: guarda energia. Em vez de oferecer todas as opções ao usuário, esta configuração garante que o relógio seja apenas um relógio, exibindo apenas as horas.

A reportagem do NYT ainda traz mais informações sobre o longo histórico de desenvolvimento do produto, citando que a Apple abandonou uma série de ideias (incluindo diversos sensores) por conta das limitações de espaço e funcionalidade.

Será que teremos algumas mudanças drásticas, sejam para melhor ou para pior, no projeto do produto? Bom, a verdade é que a Apple vai ter que rebolar para sobreviver neste mercado, já que será preciso convencer consumidores que não se interessam por smartwatches a gostarem do produto.

Cupons de desconto TecMundo: