Em uma nota emitida aos investidores, cuja a cópia foi obtida pelo AppleInsider, o analista da KGI Securities, Ming-Chi Kuo, disse que acredita que o iWatch pode enfrentar restrições de oferta após o seu lançamento no final deste ano.

Kuo acredita que o wearable estará disponível em quantidade limitada, com apenas três milhões de unidades disponíveis até o final de 2014. Um dos motivos está nas questões que adiaram o começo da produção do iWatch (de setembro para a segunda quinzena de novembro), resultando em um menor número de unidades disponíveis no mercado.

Vai ter gente sem

O analista também mencionou na nota que o mercado está esperando que a Apple envie entre cinco a dez milhões de unidades, mas como a produção atrasou, esse número será bem menor até o final do ano.

No momento, a empresa enfrenta dificuldades, com um gargalo de produção da tampa de vidro AMOLED de safira do relógio — o principal motivo que resultou no atraso da produção do iWatch.

Ele também afirmou que a Apple, devido a esse problema, pode ter de usar uma tampa de vidro comum. Na mesma nota, ele menciona que a TPK seria a fornecedora do vidro AMOLED de safira pretendida no iWatch.

Boatos

Conforme o mês de outubro se aproxima, crescem os boatos de que o produto será lançado em um evento para a imprensa, significando que ele poderá ser apresentado antes que a produção inicie. No entanto, a empresa da maçã ainda não emitiu nenhuma palavra oficial a respeito do assunto.

Cupons de desconto TecMundo: