A Apple parece ter suspendido seus planos de oferecer um pacote de assinatura de canais para a Apple TV, de acordo com uma fonte ligada à empresa que pediu para não ser identificada. Em vez disso, a companhia continuará investindo no crescimento da loja de aplicativos para o serviço, em que empresas que produzem conteúdo podem oferecer seu material diretamente para os consumidores, relatou o Bloomberg.

A empresa foi incapaz de chegar a um acordo com as corporações donas dos principais canais de TV dos Estados Unidos, por conta do preço que deveria ser cobrado dos usuários para que esses tivessem acesso ao conteúdo disponível. A Apple esperava manter um valor na faixa dos US$ 30 e US$ 40 (R$ 113 e R$ 150, respectivamente), enquanto os grandes canais queriam um valor mais alto.

Hoje os planos de TV por assinatura nos EUA custam em torno de US$ 85 (cerca de R$ 320) e funcionam de forma parecida como oe serviço oferecido no Brasil, ou seja, com diversos canais que o usuário não está necessariamente interessado. A ideia do pacote da Apple TV era exibir o conteúdo dos quatro grandes canais abertos daquele país e de aproximadamente 10 canais pagos, por metade do preço convencional, mas isso não parece ser o suficiente para os executivos da televisão americana.

Diferente da indústria fonográfica, que abraçou rapidamente o serviço de streaming Apple Music, parece que as emissoras de televisão nos Estados Unidos não pretendem se aliar facilmente à Apple se isso significa que elas ganharão menos dinheiro. No entanto, a companhia fundada por Steve Jobs não abandonou completamente a ideia e deve reformular seu planejamento para a assinatura de canais de TV em algum momento no futuro próximo.

Quanto você estaria disposto a pagar por um pacote de TV por assinatura em que você pudesse escolher apenas os canais que mais lhe interessassem? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: