A Apple é uma máquina de fazer dinheiro em basicamente todos os ramos nos quais atua. Seja com smartphones, tablets ou computadores, a empresa fundada por Steve Jobs e Steve Wozniak é uma das mais valiosas do mundo e isso não deve mudar tão cedo. Mas nem só de hardware vive a Maçã, e prova disso é o sucesso da App Store, a loja oficial de apps do iOS.

Lançada em 2008 junto do iOS 2 (à época chamado apenas de iPhone OS 2), a App Store já rendeu nada menos do que US$ 70 bilhões aos desenvolvedores de aplicativos. Levando em conta que o negócio da App Store funcionou durante a maior parte desse tempo em uma proporção de 70/30 (70% do valor de cada venda para o desenvolvedor, 30% para a Apple), é possível sugerir que a Apple já tenha arrecadado cerca de US$ 30 bilhões com a loja ao longo desses nove anos.

“Em todos os lugares, as pessoas amam aplicativos, e os nossos clientes estão fazendo download em quantidades recordes”, afirma o vice-presidente sênior global de marketing da Apple Philip Schiller. “US$ 70 bilhões arrecadados por desenvolvedores é simplesmente surpreendente. Nós ficamos maravilhados com todos esses novos aplicativos que os nossos desenvolvedores criam e mal podemos esperar para vê-los novamente na próxima semana durante a nossa Worldwide Developers Conference.”

Como Schiller deixa claro, a revelação desse número surpreendente é uma espécie de esquenta para a WWDC, que acontece na próxima semana. O evento, o principal da Apple no ano, pode trazer muitas novidades para além do âmbito dos softwares: a grande expectativa para a conferência de abertura no dia 5 de junho é o lançamento do aguardado iPhone 8.

Cupons de desconto TecMundo: