Quem nunca teve problema com vírus no computador? Infelizmente hoje em dia é raro encontrar usuários que nunca tiveram dores de cabeça por causa de vírus e outros tipos de ameaças encontradas na internet. Mesmo com antivírus e outros aplicativos de segurança instalados no computador, não há como ficar totalmente seguro das pragas que circulam pela rede mundial de computadores.

Se você está desconfiado que seu computador foi infectado, qual a primeira providência a ser tomada? Fazer uma varredura completa com o antivírus! Mas e quando nem isso resolve o problema? Isso é mais comum do que você pode imaginar. A cada dia, dezenas de novos vírus são colocadas na web e nem sempre os antivírus conseguem atualizar os banco de dados antes que seu computador seja infectado.

Além dos antivírus que varrem o disco na hora do boot, como o GData Boot CD 2010, é possível também pedir uma ajudinha para o sistema operacional do pinguim, o Linux, na hora de remover aquele vírus chato que não desgruda do seu HD. Confira todos os passos necessários para fazer uma varredura completa em um disco com Windows, no Linux.

Você vai precisar de...

Para que o disco infectado seja verificado no Linux é preciso removê-lo do gabinete em que se encontra e instalar no Linux como HD externo ou como disco secundário. Se você tem alguma dúvida em como remover e instalar um disco no computador, não deixe de ler o artigo “Manutenção de PCs: aprenda a desmontar um computador”.

Além disso, é necessário também ter um antivírus instalado no PC com Linux. No Portal Baixaki você encontra diversas opções de programas para a remoção de vírus do computador, clique aqui para ver a lista completa.

OBS.: Por questões de facilidade, uma vez que já se encontrava instalado, o antivírus utilizado no artigo foi o F-Prot Antivírus. No entanto, é possível realizar as tarefas descritas abaixo com qualquer programa do gênero.

O passo a passo

HDs inseridos como HD externo no LinuxA primeira coisa a fazer é conectar o drive infectado na máquina com Linux. Dependendo da distribuição que você estiver usando, um ícone para acessar o novo dispositivo será exibido na Área de Trabalho. Clique duas vezes sobre esse ícone para garantir que a unidade foi montada corretamente.

Apenas por segurança, acesse o local no qual o drive foi montado – normalmente isso é feito em /media. Lembre-se de não executar nenhum aplicativo presente no drive conectado ao PC.

Mesmo fotos, documentos, músicas e outros arquivos podem estar infectados e causar muitas dores de cabeça.

Depois de se certificar que o volume foi montado corretamente, é hora de colocar o antivírus para trabalhar. No caso do F-Prot, basta executar o seguinte comando pelo Terminal:

    ./fpscan --disinfect /media/DISCO

Onde DISCO é o nome com o qual o drive está sendo identificado no computador. O processo de verificação pode ser bem demorado, tudo vai depender do tamanho do disco e da quantidade de arquivos que ele possui.

Terminal com o F-Prot rodando

Considerações importantes

O fato de o antivírus não detectar nenhum vírus ou outro tipo de praga no disco não significa que o componente esteja seguro. Nem sempre os programas de segurança conseguem identificar os vírus corretamente. Para evitar que situações desse tipo aconteçam é importante manter o banco de dados dos programas sempre muito bem atualizados.

É aconselhado também que o usuário utilize mais de um programa antivírus para a varredura de dispositivos em que as chances de infecção sejam grandes. O Portal Baixaki possui diversas opções de aplicativos do gênero para não deixar a mão. Clique aqui para escolher!

Ao finalizarAcabe com as pragasDepois de passar um pente fino do HD com vírus você já pode instalar ele novamente no computador e testar para ver se as pragas foram devidamente removidas. Na hora da instalação fique atento às dicas e aos macetes do artigo “Manutenção de PCs: como instalar HD”.

Lembre-se de desmontar (ou ejetar) o disco antes de desconectá-lo do PC com Linux. Para isso basta clicar com o botão direito do mouse sobre o ícone do HD, localizado na Área de Trabalho, e escolher a opção “Ejetar”.

Se você não tem o costume de manter um antivírus ativado na máquina com o sistema operacional do pinguim lembre-se que os hackers estão cada vez mais sofisticados.

Embora sejam poucos se comparado com o Windows, existem sim alguns vírus espalhados pela internet que têm como alvo específico computador com Linux.

Independente de qual sistema operacional você estiver usando, é sempre bom manter um programa de segurança vigilante para o caso de alguém tentar invadir sua máquina ou infectar seus arquivos.
Não deixe de enviar seu comentário com sugestões de programas para remoção de vírus no Linux ou mesmo dicas do que fazer caso uma dessas pragas invada seu computador. Agora é com você!

Cupons de desconto TecMundo: