Enrique Salem, CEO da Symantec (Fonte da imagem: Reprodução/Reuters)

Uma atualização do antivírus Symantec Endpoint Protection 12.1, lançada pela empresa na última sexta-feira (13), fez com que várias máquinas com Windows XP simplesmente deixassem de funcionar corretamente. Quem atualizava o software corria o risco de ver repetidas “telas azuis da morte” que impediam o uso normal do computador.

Segundo a empresa, o problema só foi detectado em máquinas que possuíam o antigo sistema operacional da Microsoft. Assim que o problema foi descoberto, a atualização foi removida automaticamente de todos os PCs suscetíveis ao problema — solução que nem sempre se mostrou efetiva, já que muitos deles se mostraram incapazes de iniciar pelos meios tradicionais enquanto o software estava instalado.

“Todo esse episódio é uma piada, caso o problema fosse com um driver aleatório eu poderia ao menos ser mais compreensivo”, afirmou um dos consumidores afetados na comunidade de discussões da companhia. “Mas conflitar com os próprios drivers da Symantec e causar esse problema é uma verdadeira farsa. Quem testou essa atualização? Ela chegou a ser testada?”, complementa.

Eu uma declaração enviada à CNET, a companhia afirmou que está trabalhando em meios de corrigir definitivamente o problema, além de fornecer auxílio total para os consumidores afetados. “Isso inclui contatar nossos clientes diretamente para oferecer assistência técnica àqueles que publicaram comentários em nossa comunidade online em busca de ajuda”, disse a Symantec.

Fonte: CNET

Cupons de desconto TecMundo: