Eles são o terror de quem usa a internet. Malwares! É difícil que um internauta nunca tenha tido problemas com vírus e outros programas maliciosos que infestam o ciberespaço.

Ultimamente o mundo virtual tem ficado apreensivo quanto a uma nova e desconhecida ameaça que ronda a internet e está incomodando uma das mais poderosas empresas do mundo: a Microsoft.

Ele é chamado de Conficker e estimativas apontam para mais de 15 milhões de computadores infectados. Seus efeitos ainda são um mistério, pois informações sobre do que ele é capaz ainda são imprecisas. Seu poder deverá ser conhecido amanhã: especialistas acreditam que ele será ativado no dia 1º de abril de 2009.

CONFICKER
A ameaça misteriosa

Ele começou a ser distribuído ano passado e já alcançou mais de 15 milhões de computadores ao redor do mundo (de acordo com estimativas da F-Secure). Depois de sua descoberta e consequente enfraquecimento, seus programadores já lançaram diversas novas versões. Ao infectar uma máquina, ele pode se espalhar pela rede automaticamente, sem que seja necessária a mínima atividade.

VírusAté a gigante da informática Microsoft entrou na briga e no dia 13 de fevereiro deste ano ofereceu uma recompensa de US$ 250 mil para quem ajudar a prender os seus criadores. Este malware é o Conficker, também conhecido por Downadup, que surgiu no ano passado e já pôs em sinal de alerta todo o mundo virtual.

Este software malicioso se aproveita de uma brecha de segurança nos sistemas operacionais Windows e então se aloja no sistema. Especialistas da Symantec apontam que o maior número de PCs infectados possuem Windows XP SP2 e Windows 2003 SP1 não atualizados. Ao contrário do se acreditou inicialmente, o Windows Vista também está vulnerável a esta infecção.

Do que ele é capaz?

Especialistas dizem que ele deverá ser ativado e realizar seu primeiro ataque amanhã, dia 1º de abril de 2009. Mas especialistas da Microsoft apontam que ele impede o uso do recurso de restauração do sistema e baixa outros malwares para o computador. Desativando a restauração, o vírus impede que você consiga restaurar seu sistema a um ponto anterior a alguma alteração.

Objetivos maliciosos

Mas você também deve estar se questionando: qual seria o intuito de se invadir tantas máquinas assim simultaneamente? Pesquisando na internet, uma hipótese foi bastante recorrente, a de que os responsáveis por este malware objetivem criar uma enorme botnet.

Botnets são redes de máquinas infectadas por vírus que as tornam “zumbis”, ou seja, elas ficam vulneráveis a um controle à distância, de maneira simultânea e coordenada, por outras máquinas. Desta forma, os criadores do Conficker poderiam espalhar em pouco tempo mensagens de spam e até mesmo abalar a estrutura de internet de um país inteiro, tudo sem sair da frente de um computador central.

Seu PC pode virar um zumbi!

A título de comparação, um dos mais ameaçadores botnets da atualidade chamado de Storm, possui em sua rede 80 mil máquinas, um número milhões de vezes inferior aos 15 milhões do Conficker estimados pela F-Secure. Ou seja, independente do que este malware for capaz, provavelmente irá causar dano a muita gente.

Proteja-se!

Além de previsões virtualmente apocalípticas, os especialistas também dão algumas dicas de como se proteger desta ameaça invisível. A Microsoft lançou uma atualização para corrigir a falha no sistema utilizada pelo Conficker. Clique aqui para fazer o download. É importante instalá-la antes mesmo de desinfectar sua máquina.

Contudo, é possível que o vírus bloqueie a atualização e neste caso, tente algumas das alternativas abaixo, desenvolvidas especialmente para combater o Conficker (também conhecido como Downadup). Clique nas imagens para fazer o download:

W32.Downadup Removal Tool (2,2 MB – Symantec)
KidoKiller ( 102 KB – Kaspersky)
Anti.Downadup (2,5 MB – BitDefender)
F-Downadup (4,5 MB – da F-Secure)

Estes aplicativos irão varrer todo o seu sistema atrás do malware. Todos os quatro links disponibilizados são para downloads diretos e foram retirados dos respectivos sites de cada programa.

Cuidado na hora de se proteger

Devido a todo o alvoroço em torno desta ameaça, muitos outros cibercriminosos se aproveitam para conseguir novas vítimas. Portanto, fique atento e não saia clicando em qualquer link que promete levar você até a cura do Conficker. Antes disso, procure verificar a fonte da informação, de onde ela vem e também para onde levará você.

Outros crackers foram capazes de manipular resultados de buscas do Google, prometendo proteção contra a nova versão do vírus que será lançada amanhã. Na verdade, estes links podem levar você para páginas com novas infecções para seu computador, o que seria algo totalmente desagradável. Apesar do mecanismo de busca do Google ser um dos mais eficientes do mundo, nem sempre ele consegue ser 100% seguro. Fique atento!

Cuidado com as enganações existentes por ai

A F-Secure divulgou ainda uma página falsa na internet que promete ter a cura para esta praga. Acessando o site remove-conficker.org, os usuários poderiam fazer o download de um antivírus que daria conta do recado.

Só que na prática o que acontece é justamente ao contrário.  O programa baixado infecta sua máquina e lhe oferece a versão completa do software por US$ 40, para que então você possa limpar seu PC. A página citada está desativada, mas é sempre bom estar com os dois olhos abertos com esses pilantras.

Portanto, se você quer realmente se proteger baixe um bom programa antivírus como o Kaspersky, o NOD32, o Avira, o Norton, o F-Secure, o BitDefender ou tantos outros ótimos softwares do gênero que lhe ajudarão a manter sua segurança. Lembre-se também de manter o banco de dados de seu antivírus sempre atualizado, este é outro ponto importante.

Será?

"Quando a esmola é demais o santo desconfia", já diz o velho ditado popular. Será que uma ameaça tão grande, comparada inclusive ao Bug do Milênio devido à imprecisão de suas informações, teria sua data de lançamento divulgada assim, tão abertamente? É de se desconfiar, afinal, o apocalipse cibernético provavelmente não seria anunciado aos quatro cantos desta forma. De qualquer modo, o Conficker existe e precaução nunca é demais, portanto, além de manter seus antivírus atualizados, procure também realizar um backup daquilo que é essencial em sua máquina para não correr maiores riscos.

OUTRAS PRAGAS

Sequestrador de arquivos

Uma nova onda entre os crackers (os “programadores do mal”) é a de programas que sequestram arquivos da máquina infectada e então pedem um “resgate” para que você possa reavê-los. Estes softwares maliciosos normalmente são instalados juntamente com outros programas, passando-se por uma atualização de algum outro aplicativo.

Cuidado!Um bom exemplo disso é o FileFix. Ele funciona assim: uma “atualização” é instalada em sua máquina e então trava seu acesso a arquivos com extensão DOC (do Microsoft Word) e PDF (do Acrobat Reader). Se você tenta abrir um destes arquivos, recebe um aviso indicando a instalação do FileFix 2009, um programa que irá desbloqueá-los.

Este software cumpre o que se propôs a fazer, só que a versão gratuita do programa é capaz de liberar apenas um arquivo. Para fazer o mesmo com o restante será preciso adquirir o FileFix Pro, que custa US$ 50. Se você foi uma das vítimas deste malware, não se preocupe. A Bleeping Computer desenvolveu o Anti FileFix, software gratuito que consegue recuperar seus arquivos bloqueados pelo FileFix.

Até o Linux...

Até o Linux é alvo de malwares...Um vírus exclusivo do sistema operacional Linux e que poderá causar alguma dor de cabeça aos seus usuários é o psyb0t. Diferentemente dos outros malwares, ele não ataca seu computador ou notebook, mas sim modems ADSL e roteadores. Ele se aproveita de senhas fracas do equipamento e também da desatualização de firmwares para roubar informações de nomes de usuários e demais senhas usadas no computador.

Contudo, o vírus não tem vida fácil no Brasil. As prestadoras de conexão ADSL normalmente bloqueiam as conexões necessárias para a instalação do vírus e também a configuração padrão normalmente presente em modems e roteadores acabam por impedir que esta praga ataque o seu equipamento. De qualquer jeito, é sempre bom ficar atento e se proteger.

. . . .

Malware é sempre um assunto complicado. Se você já passou por alguns problemas por causa deles sabe do que eu estou falando e provavelmente deve ter alguma proteção em sua máquina. Se você nunca foi infectado por vírus, não espere pela primeira vez para cuidar da segurança de dados e informações presentes em seu computador. Baixe um antivírus hoje mesmo.

De uma forma ou de outra, seja roubando informações, bloqueando acesso a arquivos ou até mesmo danificando seu computador gravemente a ponto de haver necessidade de formatação, estas ameaças estão sempre presentes e é preciso muito cuidado para evitá-las.

Espero que as informações que prestei a todos possam ajudar na proteção contra o Conficker.  É importante ressaltar que este artigo não se trata de uma brincadeira de 1º de abril. Para o bem de toda a comunidade virtual, sempre que houver alguma novidade em relação a este assunto ainda tão desconhecido, eu solicito a vocês usuários que nos informem, postando comentários ou enviando emails. É só compartilhando a informação que conseguiremos nos proteger. Um abraço e boa semana a todos!

Cupons de desconto TecMundo: