(Fonte da imagem: divulgação/Motorola)

O jornal nova-iorquino The Wall Street Journal afirmou que os smartphones Android também estariam armazenando dados sobre a localização dos usuário e os fornecendo às operadoras de telefonia. O mesmo já havia sido dito pelo jornal The Guardian a respeito dos smartphones da Apple, os iPhones.

Essa nova denúncia surge com o embasamento de testes realizados com um aparelho HTC (modelo não divulgado) que utiliza o Android como sistema operacional. Os exames foram feitos por Samy Kankar, analista especializado (o mesmo que criou o Worm responsável pelo crash no MySpace em 2005), que chegou a algumas conclusões importantes.

Em seu relatório, Kamkar afirma que o Android capta e transmite as informações relacionadas à localização do usuário. O processo é repetido várias vezes em períodos curtos de tempo. Com os dados enviados é possível realizar triangulações para localização aproximada, pois são relatadas todas as redes próximas e suas intensidades de sinal.

Na matéria do The Wall Street Journal, é dito ainda que outro consultor foi contatado para confirmar o relatório de Kamkar. Ashkan Soltani utilizou seus conhecimentos de hacker e chegou às mesmas conclusões: o Android estaria enviando informações de localização dos usuários para os servidores da Google.

Steve Jobs nega rumores

No começo desse mês, surgiram boatos de que a Apple estaria rastreando os seus usuários por meio do aplicativo Face Time. Um dos usuários do iPhone teria enviado um email para Steve Jobs, dizendo que iria trocar para o sistema Android, devido ás denúncias. Jobs foi enfático ao afirmar que seus produtos não rastreiam ninguém.

(Fonte da imagem: Divulgação/Apple)

Verdade ou não, é certo que agora os usuários estão de olhos abertos. O que nos resta é esperar por novas informações e manifestações por parte dos executivos do Android, que ainda não disseram nada a respeito do caso.

Cupons de desconto TecMundo: