Anos atrás, havia um mito de que somente o Windows pegava vírus, pois o Linux ou o Mac OS, da Apple, seriam imunes. Hoje, todos já sabem que isso não era verdade e que somente havia mais malwares para o sistema da Microsoft porque havia muito mais consumidores o utilizando. A conta é simples: crackers investem em ameaças que possam atingir o maior número de pessoas possível.

Logo, não nos surpreende que existam muito mais ameaças para o Android do que para os outros sistemas portáteis. Pois é, infelizmente há uma grande quantidade de malwares na internet, todos prontos para infectar o seu aparelho, mas como saber se o seu smartphone está passando por isso? Prepare-se para conhecer alguns dos principais sintomas disso — leia também este guia sobre ameaças digitais.

1. Anúncios estranhos

OK! Você já está mais do que acostumado a navegar na internet e ver anúncios sendo veiculados nos seus sites favoritos, games e até mesmo em apps gratuitos. Você também deve saber que existe um certo padrão neles, ainda mais quando falamos sobre aqueles que são autorizados pela Google a serem colocados no ar. Logo, não é muito difícil perceber quando existe algo errado.

Propagandas sobre algo que você nunca viu ou pesquisou, anúncios eróticos e outros materiais suspeitos podem ser a manifestação de algum malware. Isso acontece porque arquivos maliciosos podem ser usados para criar atalhos entre o seu aparelho e servidores ilegais — ou seja, basta clicar para ser levado a páginas pedindo seus dados, por exemplo.  Por isso, fique muito atento a esse tipo de propaganda.

2.  Ações suspeitas

Arquivos corrompidos, processos sendo interrompidos, funcionamento fora do comum e outras anomalias desse tipo... Todos esses exemplos podem ser indicativos de que alguns processos não autorizados estão corrompendo o seu equipamento. Aplicativos se comportando de maneira suspeita também podem ser sinal de infecção — e não existe sinal mais claro do que uma mensagem sendo enviada sem sua autorização.

3. Dificuldade de navegar

Como acabamos de dizer, há muitos malwares que tentam fazer com que você seja levado a páginas indesejadas que pedem dados bancários e outras informações pessoais. Uma das táticas mais comuns é a utilização de servidores DNS falsos. Quando seu smartphone está infectado com algo que trabalha assim, você pode digitar um endereço e ser levado para outro sem querer.

Por isso, fique atento ao seu navegador. Redirecionamentos não autorizados, abertura de páginas suspeitas (que parecem falsas) e lentidão anormal na navegação podem ser sintomas de que o seu aparelho está infectado. É sempre bom prestar atenção nesses pequenos detalhes.

4. Uso de dados

Não é todo mundo que tem paciência para isso, mas conferir como estão sendo gastos os seus dados de redes móveis é uma ótima ideia. Além de garantir economia dos planos, você também pode descobrir ameaças quase invisíveis por meio desse processo. Sabe por quê? Porque malwares podem fazer troca de dados com servidores remotos durante o tempo todo.

Isso não acontece apenas quando você está conectado à WiFi, mas também nas redes móveis. Logo, você poderá perceber que seus dados estão sendo usados de uma maneira anormal. Vale a pena ficar de olho nesse tipo de informação.

5. Bateria

Assim como acontece com os dados de redes móveis, os malwares também podem consumir processos do aparelho. O resultado dessas duas demandas é um consumo excessivo de bateria dos dispositivos — algo que é bem mais visível do que apenas a utilização de dados de internet. Se o seu smartphone está descarregando mais rápido que o normal, é bom ficar de olho.

6. Bluetooth

Este tipo de malware é menos comum, mas existem algumas ameaças que se aproveitam de conexões Bluetooth abertas para fazer o roubo de dados ou ampliar as infecções. O sintoma principal disso está na ativação de conexões Bluetooth mesmo que você não a tenha ordenado.

......

Se você está desconfiado de que seu aparelho está mesmo infectado, é recomendado que você instale algum aplicativo antivírus para fazer a varredura. Dessa forma, você garante que seus dados vão continuar seguros e longe dos criminosos. Atenção: não faça transações bancárias por smartphones que estejam com suspeita de infecção. 

Seu smartphone já foi infectado com vírus? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: