De acordo com o site Neowin, o velho rumor de que a Microsoft estaria estudando a ideia de trazer apps do Android para as lojas do Windows e do Windows Phone voltou a circular. A página afirma que o tópico "está bem vivo" e que a companhia nunca descartou completamente a ideia.

Isso porque a Microsoft não estaria plenamente satisfeita com a comunidade de desenvolvedores para as lojas Windows. O acervo é muito menor em quantidade (elas recentemente atingiram a marca de 525 mil apps) e os próprios mercados virtuais estão bem desorganizados, lotados de ferramentas ilegais e de qualidade duvidosa passando diariamente pelos filtros.

É claro que fatores como orgulho e possível perda da base fiel de desenvolvedores devem ser levados em conta, mas os "prós" dessa empreitada são bastante atrativos: as lojas Windows teriam uma quantidade muito maior de ferramentas, games e serviços em geral disponibilizados e não haveria um abismo entre o lançamento de algo para Android e Windows Phone, por exemplo.

A solução da Microsoft não seria construir apps do zero para as plataformas PC e mobile ou fazer uma parceria com a Google, mas sim permitir que eles sejam portados aos sistemas operacionais da empresa — ou seja, garantindo controle e diversidade ao mesmo tempo.  Ainda assim, essa mudança poderia demandar alterações também na arquitetura da Microsoft, o que pode ser custoso e trabalhoso. Por enquanto, considere essa solução apenas como uma ideia sem qualquer previsão de adoção.

Cupons de desconto TecMundo: