Assim como o Android tem um codinome de doces como Kitkat e Ice Cream Sandwich, os celulares da linha Nexus têm sido chamados de diferentes criaturas marinhas. Ainda que estes codinomes não sejam utilizados oficialmente como o OS da Google, eles são uma forma interna da empresa identificar os seus produtos.

Por essa razão, quando alguma notícia vaza que contém um aparelho com nome de peixe, já sabemos que certamente ele deve fazer parte da linha de produtos Nexus. Se pensarmos nos diferentes tablets lançados recentemente, podemos observar que o Nexus 7 da Asus era chamado de “tilapia”, já o maior e mais poderoso Nexus 10 recebeu o codinome “Arraia” (Manta).

No campo dos smartphones, O Galaxy Nexus foi batizado de “Atum”, o Nexus 5 de “cabeça-de-martelo”. Seguindo este padrão sabemos que um android novo está para vir batizado de “Shamu”, o nome da Orca dos parques aquáticos do Seaworld. O público acredita que este é o codinome do novo Nexus X, que promete ser tão grandioso quanto o mamífero marinho pelo qual ele foi batizado.

Ao mesmo tempo, a escolha do codinome foi um pouco infeliz, dado o estado em que o Seaworld se encontra neste momento. Acusado por diversas organizações de maus tratos com seus animais, e com o sucesso do filme “Black Fish”, muitos consumidores parecem dispostos a não comprar o novo celular graças à sua referência ao parque aquático.

Cupons de desconto TecMundo: