Existem diversos aplicativos que usam o microfone do seu smartphone, mas nenhum deles faz isso sem o seu consentimento. No entanto, o mesmo não ocorre em relação ao giroscópio. Isso pode não parecer muito importante, mas os pesquisadores de segurança da Universidade de Stanford descobriram uma maneira de transformar giroscópios de celulares Android em microfones.

Essa característica pode fazer com que alguns apps que utilizam o recurso do giroscópio “escutem” as nossas conversas ao telefone — algo que se torna um verdadeiro problema de privacidade.

O estudo

Os pesquisadores da Universidade de Stanford desenvolveram um app chamado de "Gyrophone”, que funciona como um microfone rudimentar, mas funcional. Ele usa os minúsculos giroscópios de seu telefone que medem a orientação do dispositivo, além das placas de pressão e a vibração do ar ao redor. A maioria dos dispositivos Android faz isso na faixa de 80 até 250 hertz - exatamente a frequência de uma voz humana.

Nesse processo, o iPhone está a salvo, pois ele utiliza frequências abaixo de 100Hz, o que é inútil nesse sentido. Embora o sistema dos pesquisadores só possa capturar algumas palavras e diferenciá-las se é um homem ou mulher falando, os especialistas em reconhecimento de voz podem, sem dúvida, fazê-lo funcionar melhor. Os pesquisadores também farão uma apresentação na conferência Usenix Security na próxima semana e a Google já está ciente e trabalha com essa pesquisa.

Cupons de desconto TecMundo: