Um dos maiores erros que uma empresa pode cometer dentro do mercado em que atua é não conhecer a força de seus adversários. Ou, pelo menos, não conseguir compreender o potencial de um produto novo lançado por um concorrente.

É o que aconteceu com o mercado de telefonia móvel. Em 2007, quando a Google anunciou o Open Handset Alliance e seus planos relacionados com o Android, algumas empresas concorrentes declararam publicamente que a plataforma de código aberto não seria bem sucedida.

Não é uma ameaça

A Nokia estava em uma posição confortável no mercado de smartphones nesta época. A empresa dominava o setor graças a sua linha de dispositivos Symbian.  E, de acordo com a Reuters, um porta-voz da Nokia disse em novembro daquele ano que eles não viam o Android como uma ameaça.

Como sabemos, esse pode ter sido um dos maiores erros da companhia em toda a sua história. A Nokia acabou sendo comprada pela Microsoft, além de, ironicamente, lançar um dispositivo Android para o mercado de entrada – o Nokia X.

Linux é incontrolável

Ainda segundo a Reuters, um executivo responsável pelo Symbian também fez uma declaração um pouco infeliz para a época, dizendo que o SO móvel usado pela Nokia já estava há nove anos no mercado vendo uma dúzia de plataformas que poderiam representar uma ameaça.

“Nós levamos isso a sério, mas nós somos os únicos com telefones reais, plataformas de telefonia reais e uma riqueza de volume construído ao longo de anos . [...] Nós temos visto várias tentativas de criar uma espécie de "padrão Linux"... Mas Linux é fundamentalmente fragmentário. Linux é ingerenciável e incontrolável.”

Qual o impacto?

Em 2007, a Microsoft fazia suas investidas no mercado móvel com o Windows Mobile. Na época, o gerente de marketing também desdenhou o Android, dizendo que a Google estava desenvolvendo um telefone em conjunto com um monte de pessoas, algo que a empresa já fazia há cinco anos. E completou: “Eu não entendo o impacto que isso terá”.

A Microsoft agora entende perfeitamente o impacto que o Android teve no mercado, não apenas no mercado móvel, mas em praticamente tudo o que se conecta a internet. Hoje, o Android é o líder indiscutível do mercado de smartphones, com 1 bilhão de usuários ativos – uma quota global de cerca de 80%. O iOS, da Apple, conta com 16%, enquanto o Windows Phone possui entre 3,5 a 4%.

Cupons de desconto TecMundo: