Enquanto o número de smartphones e tablets comercializados aumenta sem parar, o setor de computadores pessoais vê uma queda acentuada nas vendas. Este ano, os PCs estão enfrentando a queda mais acentuada dos últimos 11 anos.

Até o final de 2012, estima-se que existam no mercado mundial cerca de 1,5 bilhão de equipamentos rodando o sistema operacional da Microsoft, enquanto cerca de 600 milhões de sistemas móveis vão estar equipados com o Android.

Entretanto, essa diferença está diminuindo a cada dia e, segundo a empresa de pesquisas Gartner, em 2016 teremos mais equipamentos rodando Android do que Windows. Apesar de ser apenas uma projeção, não é difícil imaginar que isso realmente pode acontecer, uma vez que, com apenas quatro anos de vida, o sistema operacional da Google já tenha dominado o segmento dos celulares inteligentes.

O Android controla dois terços do mercado de smartphones e está em segundo no setor dos tablets, perdendo apenas para a Apple. O ramo de PCs teve um declínio de 8% nas vendas no terceiro trimestre — a pior queda desde 2001 —, e isso demonstra que cada vez mais pessoas estão recorrendo aos dispositivos móveis para tarefas mais simples.

A Microsoft consegue reverter a situação?

A Microsoft vem dominando o mercado de sistemas operacionais para desktop há muitos anos, mas a empresa não foi rápida o suficiente para acompanhar o absurdo crescimento que o setor de computação móvel alcançou.

O seu SO móvel, o Windows Phone, possui apenas 3% de participação de mercado. Para tentar mudar esse cenário, a empresa está apostando no lançamento do Windows Phone 8 para smartphones e Windows 8 para tablets e computadores híbridos. Se isso vai funcionar ou não, somente o tempo dirá.

Fonte: Reuters

Cupons de desconto TecMundo: