Malwares não dão descanso para quem tem Android (Fonte da imagem: Reprodução/SejaLivre)

O número de ameaças virtuais que tem atingido usuários de dispositivos portáteis, principalmente aqueles que operam as versões do Android, tem crescido de forma tão alarmante que uma divisão do FBI emitiu um alerta aos donos de aparelhos com essa plataforma.

Segundo a divisão IC3 (Internet Crime Complaint Center), dois tipos principais de malwares têm tirado o sono de muitas pessoas. Os Loozfon, o primeiro tipo, são softwares maliciosos que infectam smartphones e tablets, tentando enganar os usuários com links e propagandas falsas.

Já o segundo e mais perigoso tipo se chama FinFisher, um spyware capaz de obter o controle do dispositivo infectado e roubar informações sigilosas, incluindo senhas e agenda telefônica. Os FinFisher são tão perigosos que já se espalharam por várias plataformas, atingindo não apenas o Android como também iOS, Symbian, Blackberry e Windows Phone.

Além do aviso, o IC3 aconselha ainda aos usuários tomar mais cuidado com a procedência dos aplicativos instalados nos seus smartphones. Fora isso, se conectar a redes Wi-Fi desconhecidas ou suspeitas também pode ser perigoso, segundo o departamento do FBI.

Fonte: IC3 e Cnet

Cupons de desconto TecMundo: