Foto do CloudMobile A800 em uma de suas apresentações. (Fonte da imagem: Reprodução/SlashGear)

No final da semana passada, nós noticiamos que a Acer e a Google tiveram um desentendimento. As duas empresas são parceiras: a gigante de Mountain View fornece o sistema operacional, enquanto a multinacional sediada em Taiwan disponibiliza o hardware.

O problema foi que a Acer estava prestes a lançar um smartphone, o CloudMobile A800, com um SO próprio chamado Aliyun, o qual é capaz de rodar toda a biblioteca de aplicativos do Android, além daqueles criados para a própria plataforma. Obviamente, isso não agradou à Google, que ameaçou cortar a relação com a Acer caso o gadget fosse revelado ao público.

Agora, de acordo com o site The Verge, a gigante da tecnologia explicou os motivos da sua ameaça. A alegação da Google é de que o Aliyun é uma derivação do Android que não possui total compatibilidade com os recursos da plataforma original, o que estaria em desacordo com uma das principais premissas da Open Handset Alliance (OHA) – uma aliança de 84 empresas que trabalham para aprimorar o sistema do robozinho verde de maneira mais dinâmica e veloz.

(Fonte da imagem: Divulgação/Open Handset Alliance)

“Compatibilidade está no coração do ‘ecossistema’ Android e garante uma experiência consistente para desenvolvedores, fabricantes e consumidores. Versões não compatíveis do Android, como o Aliyun, enfraquecem o ecossistema. Todos os membros da Open Handset Alliance se comprometeram a construir uma plataforma Android e não adotar dispositivos não compatíveis. No entanto, isso não evita que os membros da OHA participem de ecossistemas concorrentes”, comentou a Google em nota à imprensa.

A Alibaba, empresa de telecomunicações envolvida no lançamento do o CloudMobile A800, afirmou que o Aliyun não é parte do Android e, por isso, não precisaria apresentar compatibilidades com a plataforma da Google.

Contudo, Andy Rubin, vice-presidente sênior de conteúdo digital e móvel da gigante de Mountain View, comentou em seu perfil no Google+ que o SO da Acer, ao que tudo indica, foi sim derivado do Android. Além disso, ele publicou um texto no blog oficial da plataforma móvel que tem dominado o mercado explicando a importância da compatibilidade para a satisfação das necessidades dos usuários do Android.

Fontes: The Verge, Official Android Blog

Cupons de desconto TecMundo: