Está contente com seu smartphone com sistema Android? Pois saiba que, em pouco tempo, ele pode ser tão frágil quanto seu computador pessoal. De acordo com o Eugene Kaspersky, fundador da empresa que leva seu sobrenome, em apenas três anos o SO de celulares terá mais vírus do que o Windows.

Para ele, essa previsão assustadora é um reflexo da expansão dos tablets e demais plataformas móveis. À medida que o número de usuários dessa plataforma aumenta, cresce também o interesse de hackers e outros criminosos digitais em explorar falhas de segurança. Atualmente, o Android já conta com mais de 4,7 mil programas nocivos identificados — e esse número não para de crescer.

Outra razão dada por Kaspersky para o crescimento da atividade ilícita em torno do sistema da Google é exatamente o potencial existente nesses aparelhos. Ele afirma que tanto os tablets quanto os smartphones tiveram um salto tecnológico impressionante nos últimos anos, ganhando memória e funções até então exclusivas dos computadores. Se as pessoas usam o celular para acessar a conta do banco, é natural que os hackers tentem roubar essas informações.

Além disso, o especialista em segurança digital afirmou que o Android não é o único alvo dos criminosos e que tanto proprietários do iPhone quanto do iPad também são possíveis vítimas. Para ele, basta esses equipamentos ganharem uma fatia considerável de mercado para serem atacados — assim como aconteceu com o Mac.

Cupons de desconto TecMundo: