A Google acaba de anunciar a chegada da primeira grande atualização para o sistema operacional utilizado em aparelhos vestíveis: o Android Wear. E a grande diferença entre a versão original e a atual está no fato de que os smartwatches vão ficar menos dependentes de smartphones. Isso mesmo, algumas funções dos aparelhos poderão ser executadas diretamente nos relógios, por exemplo.

Com a atualização, os usuários vão poder utilizar os smartwatches para a localização por GPS sem que o sensor do celular esteja ligado. Isso que deve maiores economias de bateria no aparelho, mesmo quando estiverem sendo realizados registros de atividades físicas, além de muito mais conforto e liberdade. Mesmo assim, é importante dizer que os celulares serão necessários para a postagem dos relatórios, é claro.

É importante dizer que não são todos os smartwatches que poderão se aproveitar dessa novidade, uma vez que ela exige que os próprios relógios contem com sensores GPS. O primeiro aparelho a ter essa novidade será o SmartWatch 3 da Sony — aparelho que foi anunciado no início do mês de setembro. É válido dizer que ainda não estamos diante de um relógio totalmente independente, mas o Android Wear está dando os primeiros passos para isso.

Cupons de desconto TecMundo: