De acordo com uma fonte anônima do Android Police, a Google já se prepara para lançar o Android Wear 2.0 no dia 15 de outubro, mas não tem um nome específico para SO por enquanto, se é que haverá mesmo nomes diversos como a empresa costuma fazer com o Android tradicional.

A novidade só confirma o que um executivo da Google falou ao CNet sobre o sistema operacional para vestíveis. A empresa deve levar o Android Wear como leva o Chrome no que tange as atualizações. Ou seja, serão vários updates por ano para adicionar novidades e correções.

O quem vem por aí?

Não se sabe exatamente o que o Android Wear 2.0 terá de novo, mas acredita-se que suporte a fones de ouvido Bluetooth e a GPS nativo estejam na lista de melhoramentos, uma vez que até sistemas mais básicos para smartwatches já contam com isso.

É possível ainda que essa atualização seja lançada especialmente para completar aparelhos como o Moto 360, sobre o qual a Motorola dizia já ter terminado a parte de hardware, mas precisava fazer alguns ajustes de software. Se houver mesmo uma relação dessa atualização com o lançamento do mais esperado smartwatch com Android Wear, é possível que o aparelho da Motorola possua algum componente de hardware que ainda não era suportado pelo sistema operacional. Isso, entretanto, não passa de especulação.

De qualquer forma, essa atualização pode ainda coincidir com o lançamento comercial do LG G Watch R, o que poderia significar alguma novidade para aparelhos com tela circular. No fim das contas, se a Google realmente evitar a fragmentação do sistema e manter o ritmo de atualizações, é bem provável que, quando o iWatch da Apple finalmente for lançado, já não haja muito espaço para seu crescimento.

Cupons de desconto TecMundo: