A apresentação do Android Wear na conferência de abertura na Google I/O 2014 serviu também de convite aos desenvolvedores, que não perderam tempo na criação de apps nativos para os smartwatches que levarão o sistema operacional móvel. Os primeiros serviços já começaram a surgir, servindo de prévia para o que esperar dos primeiros modelos de relógio inteligente.

O desenvolvedor Marian Zorrilla, por exemplo, já tem dois apps prontos para o lançamento: o Wear Calc, uma calculadora que funciona na pequena tela sensível ao toque, e o Wear Compass, uma bússola que serve de complemento visual ao sensor já presente no acessório. Ambos funcionam de forma isolada, ou seja, apenas no smartwatch e sem depender do pareamento com outro dispositivo.

Apesar de fazer apenas operações simples, o serviço de contas foi o mais bem recebido — e até já há um problema encontrado: na hora de abrir o programa pela voz, às vezes o relógio reconhece "Where Calc", uma fala inválida, em vez de de "Wear Calc", que tem quase a mesma pronúncia, não executando o comando correto.

O desenvolvedor pretende lançar em breve um game para a plataforma e até havia submetido os apps à Google Play, mas eles foram tirados do ar. O motivo é que os serviços para Android Wear começam a entrar no ar a partir de 7 de julho ou quando todo o mundo receber a atualização 5.0 da loja virtual.

Cupons de desconto TecMundo: