O suporte ao modo multitarefas em tela dividida é um dos maiores destaques do Android 7.0 Nougat. (saiba mais). Através deste recurso, até dois aplicativos podem ser usados ao mesmo tempo – aprenda a ativar o multitask aqui. Mas e se fosse possível posicionar dois ou mais apps sobre a tela e, de quebra, também usar três ou quatro serviços dedicados a aparelhos móveis ao mesmo tempo?

Pois a nova versão do Android admite, ainda, a exibição de janelas flutuantes, o que permite a execução simultânea de diversos aplicativos. Essa função está ainda sob fase de testes, então teremos de usar as opções de desenvolvedor. Neste tutorial, portanto, você vai aprender a forçar o redimensionamento das atividades do sistema.

Use múltiplos apps em janelas flutuantes.

Compatibilidade

Para que dois ou mais apps possam ser exibidos ao mesmo tempo sobre a tela, um dispositivo com Android 7.0 Nougat e modo de desenvolvedor ativado terá de ser usado. Além disso, uma ferramenta, que está também sob fase de desenvolvimento, terá de ser baixada via Google Play.

Significa que erros poderão ocorrer durante a execução de aplicativos múltiplos – durante os nossos testes, por exemplo, um tablet Nexus 9 rodou o multitask com janelas redimensionáveis sem grandes complicações; quando repetimos o processo num Nexus 6 com Android N, porém, nenhuma janela flutuante pôde ser exibida.

A nova versão do Android admite a exibição de janelas flutuantes, o que permite a execução simultânea de diversos aplicativos de forma semelhante ao ambiente para desktops

Confira a seguir o passo a passo para a ativação do modo capaz de gerar ao usuário uma experiência semelhante à oferecida por ambientes de desktops:

1 – Ative as opções de desenvolvedor

Temos, antes, de ativar as opções de desenvolvedor no Android 7.0 Nougat para que o modo de janelas flutuantes possa ser ativado. Abra, então, as configurações e role a página para baixo. Clique em “Sobre o telefone” (ou em “Sobre o tablet”, como em nosso caso) e toque por repetidas vezes sobre o campo “Número da versão” até que o aviso sobre a aquisição do protocolo de desenvolvedor seja exibido.

Ative o modo de desenvolvedor.

Retorne à tela de configurações e abra a opção “Opções do desenvolvedor”. Role a tela para baixo e ative a função “Forçar atividades a serem redimensionáveis”.

Não esqueça: reinicie seu aparelhos após a ativação dessas opções.

Reinicie, agora, seu dispositivo e passe para a próxima etapa.

2 – Baixe o app Taskbar

O suporte ao redimensionamento de atividades do Android 7.0 Nougat permite que certos aplicativos já coloquem o novo recurso do sistema à prova. Para que possamos ativar as janelas flutuantes, o aplicativo Taskbar terá de ser usado.

Algumas funções do Taskbar estão ainda sob fase de desenvolvimento.

3 – Configure o assistente

Instalou a ferramenta? Então abra a interface de Taskbar, role a página para baixo e certifique-se de ativar a opção “Freeform windod support”. Retorne ao topo da tela e ligue a chave seletora para iniciar o aplicativo.

Ative as respectivas funções e então feche todos os seus apps.

Note que um ícone será adicionado à esquerda do canto inferior do display, mas atenção: não toque ainda sobre o gerenciador de apps!

4 – Use suas janelas flutuantes

Por fim, feche todos os aplicativos recentes e, somente agora, toque sobre o novo botão. Pronto! Todos os seus apps serão exibidos pela janela de Taskbar; basta selecionar qualquer serviço e posicioná-lo sobre a tela inicial. E tome nota: para ativar as janelas flutuantes, dois ou mais aplicativos têm de ser abertos.

O redimensionamento e reposicionamento das janelas pode ser facilmente feito.

Para redimensionar as janelas, tudo o que você tem de fazer é tocar e segurar sobre a moldura de qualquer aplicativo– da mesma forma como as miniaturas dos seus programas no Windows são manipuladas.

Adicione atalhos à sua tela inicial para acessar seus principais apps rapidamente.

Outro prático recurso do app Taskbar é a possibilidade de adição de favoritos: toque e segure sobre um aplicativo e selecione a opção "Pin to recents" para adicionar atalhos à barra de tarefas. 

Importante

Ao ativar a função de janelas flutuantes através do app Taskbar, todos os ícones do seu plano de fundo terão de desaparecer. Se uma aba for mostrada sobre a área de trabalho ainda com as miniaturas dos seus aplicativos ativas, significa que o procedimento para a ativação das janelas flutuantes falhou. Veja neste exemplo:

À direita, o app funcionando corretamente; à esquerda, a exibição inadequada dos demais ícones.

Não funcionou? Tente isto

Se você não conseguir ativar o recurso de janelas flutuantes, um “jeitinho” pode ainda ser usado. Tente fechar todos os apps e, a partir da tela de aplicativos recentes, execute o Taskbar: toque sobre o ícone de quadrado, exibido à direita da barra de navegação, e abra o aplicativo baixado através desta interface.

Tente rodar o app Taskbar a partir da tela de aplicativos recentes.

Se, por algum motivo, a ferramenta apresentar outras falhas, o mesmo esquema pode ser executado – execução do Taskbar por meio da aba de apps recentes. Desinstalar o Taskbar e reinstalá-lo é, também, uma ação que pode corrigir eventuais problemas.

Cupons de desconto TecMundo: