Não poderia ser diferente: o Android N foi uma das grandes atrações da conferência principal do evento Google I/O 2016. E, embora o nome não tenha sido revelado (já que essa tarefa vai caber a você), várias áreas e novidades do sistema operacional móvel foram detalhadas.

As novidades da Google estão focadas em várias melhorias que acontecem nos bastidores, mas há também ajustes e adições em funções e ações cotidianas do consumidor.

Por enquanto, só versões para desenvolvedores estão disponíveis, inclusive uma nova já nesta quarta-feira (18). A aceitação desses Betas é bastante alta e cheia de sugestões que estão sendo acatadas pela empresa. Sem deixar uma data precisa no ar, a Google afirmou que a ideia é lançar o sistema operacional em sua versão final no segundo semestre de 2016.

Desempenho e visual

Um dos destaques para melhorias gráficas é o Vulkan. Com essa API, jogos portáteis podem ter ainda mais texturas, sombras e feitos como blur e partículas. A ideia é suportar gráficos com maior eficiência para responder aos avanços em hardware nos tablets e smartphones top de linha hoje em dia.

Gráficos ficarão ainda mais impressionantes.

Outra novidade é o compilador JIT, que deve fazer com que as instalações de apps fiquem 75% mais rápidas e as compilações ocupem 50% menos espaço.

Segurança

A Google promete criptografia baseada em arquivos para garantir a segurança dos seus dados. Além disso, as atualizações praticamente não são percebidas pelo usuário. Com isso, uma nova versão pode ser levada diretamente para o segundo plano sem qualquer problema enquanto você usa o aparelho.

Cuidados com segurança no Chrome, na Play Store e no sistema em si.

O Chrome mobile também recebeu novidades na segurança, como o uso do SafetyNet, que trabalha na nuvem e pode bloquear ataques e infecções não só no navegador, mas na própria Google Play.

Produtividade para você

Na área de produtividade para o usuário, a Google apresentou o funcionamento do modo multijanelas, que divide a tela em duas para exibir mais de um app rodando ao mesmo tempo. Ele agora será limitado aos últimos sete apps que você usou, já que eles são os que você mais frequentemente usa, segundo a empresa.

Já pensou em assistir a um vídeo e fazer anotações — tudo na mesma tela?

Os apps nativos também terão um sistema de respostas dinâmico na própria notificação, como em alguns serviços já existentes — o WhatsApp, por exemplo. Além disso, para trocar entre dois apps abertos, bastará tocar duas vezes o botão de "apps recentes". E, respondendo ao clamor da comunidade, a empresa adicionou um botão "Limpar tudo" que vai remover todos os apps ativos de uma só vez.

O que você espera do Android N? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: