A Google liberou a versão mais atualizada do ranking que mostra a porcentagem de distribuição das diferentes versões do Android nos dispositivos ativos ao redor do mundo. O dado é importante para desenvolvedores de jogos e aplicativos, que ganham informações sobre quais plataformas são mais populares e merecem compatibilidade, e para a própria Google, já que indicam se a base de usuários tem ou não adotado as versões mais recentes.

Como podemos ver no gráfico atual, a base de usuários continua bastante pulverizada — o maior índice de uso é de uma versão já bastante defasada, o KitKat, lançada em 2014. Porém, como muita gente compra aparelhos usados ou prefere dispositivos de baixo custo (que não recebem as versões mais recentes), a situação é até que compreensível.

As versões Lollipop e Jelly Bean aparecem repetidas porque receberam grandes atualizações que mantiveram o nome, porém mudaram o número.

  • KitKat (4.4) - 31,6%
  • Lollipop (5.1) - 20%)
  • Lollipop (5.0) - 15,4%
  • Marshmallow (6.0) - 10,1%
  • Jelly Bean (4.2.x) - 9,4%
  • Jelly Bean (4.1.x) - 6,8%
  • Jelly Bean (4.3) - 2,7%
  • Gingerbread (2.3.3-2.3.7) - 2%
  • Ice Cream Sandwich (4.0.3-4.0.4) - 1,9%
  • Froyo (2.2) - 0,1%

O gráfico que mostra a divisão de mercado do Android.

O Android Marshmallow, que é o mais recente, já tem uma base de usuários boa para um sistema operacional com sete meses de vida — número bastante positivo, mas que precisa continuar crescendo no mesmo ritmo a partir de agora. Os dados são de 6 de junho de 2016 e não consideram versões que tenham menos de 0,1% de representação no atual cenário do Android.

Cupons de desconto TecMundo: