Com a liberação da versão AOSP do Android 5.0 Lollipop, diversos dispositivos (principalmente aqueles considerados mais antigos) já foram alvos de experimentos que visam mostrar a leveza do novo sistema da Google. Entre os produtos usados para isso estão o Samsung Galaxy Nexus, o Galaxy S III mini e o Sony Xperia L, mas nenhum deles se mostra tão surpreendente quanto o Motorola Defy.

Lançado no distante ano de 2010, o dispositivo ganhou uma versão do novo Android que funciona corretamente — mesmo que de forma um tanto limitada. Como o sistema usado se trata de uma build preliminar, certas características não funcionam conforme o esperado, o que impossibilita usar o aparelho modificado para a realização de tarefas diárias.

No entanto, somente o fato de o Defy ter conseguido iniciar o sistema já se mostra surpreendente, ainda mais quando levamos em consideração o hardware limitado do dispositivo. Com um processador OMAP3630 de 800 MHz e 512 MB de RAM, o dispositivo está muito mais próximo do smartwatch Moto 360 do que de um smartphone top de linha atual.

O Motorola Defy se tornou famoso por ser um dos primeiros aparelhos a apresentar o Android 2.1 Eclair pré-instalado, em uma época em que o sistema operacional ainda dava seus primeiros passos. O dispositivo apareceu em nossa seleção que mostra 8 dos gadgets mais marcantes da história da plataforma da Google — clique aqui para acessá-la.

Cupons de desconto TecMundo: