A Google segue firme em seu plano de expandir o Android globalmente, em todas as plataformas possíveis. O carro é uma delas. No final do ano passado, descobrimos que a empresa estava trabalhando numa versão do Android que funcionaria como uma central completa de um veículo e seria algo separado do Android Auto, que roda em cima de sistemas existentes. Agora, o pessoal da Ars Technica apurou referências mais consistentes acerca da novidade, num documento de 74 páginas detalhando a extensa compatibilidade do sistema operacional da gigante em todas as versões possíveis.

De acordo com o site, há 13 menções de “Android Automotive” dentro do relatório. Segundo esse material, o Android Auto é, tecnicamente, um aplicativo, e não um sistema operacional distinto.

Uma central informativa completa assim, baseada em Android, poderia trazer um novo panorama para o mercado de automóveis. Com eventuais parcerias entre Google e montadoras, os carros poderiam, por exemplo, sair de fábrica com o Google Maps integrado no sistema de navegação. Os veículos poderiam vir ainda com uma série de outros produtos da Google, como a Google Play Music, sem a necessidade de haver um celular conectado.

Claro que diversas outras instâncias precisariam ser verificadas, e a questão da compatibilidade é uma delas. Para entregar um “veículo Android” 100% funcional, a Google tem que delegar a tarefa ao panteão de seus engenheiros e programadores. Só o tempo dirá de que forma isso pode se desdobrar e quais são os próximos passos da companhia em sua empreitada veicular.

Você curte a ideia de ter um veículo 100% integrado com o Android? Comente no Fórum do TecMundo.

Cupons de desconto TecMundo: