Aproveitando o lançamento de seu superesportivo GT, a Ford resolveu “reinventar” o painel do carro e deu a ele um estilo futurista totalmente digital, que reage ao modo de condução escolhido pelos motoristas e parece que se encaixaria muito bem em uma espaçonave. A novidade conta com uma tela de 10 polegadas e seus mostradores foram inspirados nos de carros de corrida, tudo para evitar distrações e facilitar a leitura.

A novidade foi configurada para cinco modos de direção disponíveis – normal, molhado, esporte, pista e velocidade –, sendo cada um deles selecionado por comandos no volante para que o motorista possa manter a atenção na pista e as mãos no controle do carro. Essas modalidades de exibição foram pensadas para mostrar na tela somente as informações essenciais para a condição especificada.

Segundo a fabricante, o objetivo é dar ao motorista as informações que ele precisa para tomar decisões críticas ao levar o carro aos seus limites. “O foco e a atenção do motorista são chaves nesse alto nível de performance. Nós criamos o GT com um painel de instrumentos digital inovador, que muda em cada modo de direção e traz o que é importante e útil para ele”, diz Jamal Hameedi, chefe de engenharia da Ford Performance.

Ajudas de peso

Para que o novo painel do GT combine tecnologia com um toque de sensibilidade humana e expertise profissional, a Ford convidou o piloto vencedor em Le Mans Scott Maxwell para atuar como consultor no projeto. Em testes no laboratório de simulação, ele sugeriu mudanças no conta-giros para ampliar a visão periférica da zona vermelha de rotação do motor EcoBoost V6, bem como ajustes na prioridade de informações de desempenho, entre outras coisas.

Na fase final da criação da novidade, a fabricante contou com a parceria de fornecedores especializados em outros aspectos da criação de telas avançadas. Dessa forma, a Pektron ficou responsável pelo projeto eletrônico, desenvolvimento e fabricação do painel, enquanto a Conjure ficou com o design gráfico.

“Dedicamos muito tempo para fazer isso dar certo. O resultado é simples, mas fazer o simples com perfeição pode ser um desafio”, diz Nick Terzes, supervisor de engenharia do Ford GT. O resultado final, assim como as especificidades de cada um dos cinco modos de condução, pode ser conferido no vídeo acima.

Cupons de desconto TecMundo: